Bom dia amigos do Mutirão! Tudo bem?

O Prof. Dr. Fábio Fernandes Villela convida os idosos interessados em participar de aulas gratuitas de informática básica para a Terceira Idade. Trata-se de um curso vinculado ao projeto de extensão: “Programa Unesp de Educação de Jovens e Adultos – PEJA”.

As aulas são ministradas durante a semana, com 2 horas de duração, às sextas-feiras, das 8:00h as 10:00h e das 10:00 as 12:00h.

Este curso aborda conhecimentos básicos de informática: word, internet, facebook, blogs, celular, etc.

• Local do curso: Centro de Convivência do Idoso – CCI da Secretaria de Assistência Social do Município de S. J. do Rio Preto – SP. Av. Philadelpho Manoel Gouveia Neto, 785, Vila Novaes, São José do Rio Preto – São Paulo, Cep: 15050-006, (Convênio – Ibilce-Unesp / Prefeitura Rio Preto).

Os interessados deverão entrar em contato com o Prof. Fábio Villela para maiores esclarecimentos pelo e-mail: fabio@fabiofernandesvillela.pro.br

Saudações, Prof. Fábio Villela.

Alfabetização e Letramento na EJA – 2

On novembro 26, 2016, in EduCoop, by Fábio Fernandes Villela

Bom dia amig@s da EJA! Tudo bem?

Esta é a área para a postagem do módulo 2 do curso: “Alfabetização e Letramento na EJA”. Vocês devem fazer uma reflexão, no máximo 2 parágrafos, sobre a temática abordada nesse módulo, a partir da leitura do livro da bibliografia do curso:

* TFOUNI, Leda Verdiani. Letramento e alfabetização. São Paulo: Cortez, 2002.

Como atividade complementar os participantes podem ver o documentário sobre histórias de vida, formação de professores e os desafios do trabalho docente abaixo:

(1) Escola Quilombo: Educação Cultivada. (Brasil, 2015, 40 min., colorido), direção: Alexandra Duarte.

Documentário com narrativas de educadores sobre a realidade de estudo e trabalho em escolas públicas instaladas em Comunidades Quilombolas “Kalunga do Mimoso” e “Lagoa da Pedra”, na região de Arraias, estado do Tocantins. Foca histórias de vida e formação de professores e os desafios do trabalho docente em meio ao cotidiano pedagógico em escolas rurais. Produção do Observatório da Educação do Campo / Universidade Federal do Tocantins – UFT. Duração: 40 minutos. Realização: Observatório da Educação do Campo / Universidade Federal do Tocantins – UFT. Produção Co.Inspiração Amazônica Filmes. Coordenação e Produção: Raquel Alves de Carvalho e Idemar Vizolli. Direção Geral, Imagens e Edição: Evandro Medeiros. Direção de Fotografia e Imagens: Alexandra Duarte.

- Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=ZUqbAPy5bzw

Bom trabalho! Prof. Fábio Villela.

Seleção de Bolsista Monitoria Sociologia da Educação

On dezembro 31, 2014, in Coord, by Fábio Fernandes Villela

Bom dia querid@s alun@s! Tudo bem?

Gostaria de comunicar que estão abertas as inscrições para a seleção de bolsista para monitoria das disciplinas de Sociologia da Educação.  As informações seguem abaixo. Saudações Prof. Fábio Fernandes Villela.

Monitoria – 2015

DISCIPLINA: Sociologia da Educação

ORIENTADOR: Prof. Dr. Fábio Fernandes Villela

OBJETIVOS:

- O exercício da monitoria deverá propiciar condições que favoreçam o desenvolvimento acadêmico e pessoal dos alunos dos cursos de graduação, por meio de colaboração nas atividades de ensino, articuladas com as de pesquisa e extensão das disciplinas objeto da monitoria.

– No caso da disciplinas de Sociologia da Educação: Projeto de Pesquisa: Novas Ruralidades e Mundo do Trabalho: Estudo das Representações Sociais de Jovens de Escolas de Meio Rural através do Uso de Mídias Sociais e Projetos de Extensão: Programa Unesp de Educação de Jovens e Adultos – PEJA e/ou Educação Cooperativa e Novas Tecnologias: Projeto de Prevenção ao Bullying Escolar entre Jovens de Escolas de Meio Rural através do Uso de Novas Mídias Sociais.

INSCRIÇÕES: de 01/01/15 a 11/01/15,  enviar a documentação via e-mail para: fabio@fabiofernandesvillela.pro.br

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS:

1. Curriculum Lattes atualizado;

2. Histórico Escolar (sujo);

Pré-requisito: ter cursado e obtido aprovação na disciplina objeto da monitoria.

PROCESSO SELETIVO:

Avaliação do Curriculum Lattes e Histórico Escolar.

Divulgação dos Resultados: 12/01/15 (2ª feira), por email e impresso afixado no mural do Departamento de Educação.

INFORMAÇÕES SOBRE A BOLSA:

1 – Formulário para solicitação: (http://www.ibilce.unesp.br/#!/administracao/secao-tecnica-academica/legislacoes/atividades-de-monitoria/);

2 – Termo de compromisso de outorga e recebimento da bolsa: (http://www.ibilce.unesp.br/#!/administracao/secao-tecnica-academica/legislacoes/atividades-de-monitoria/);

3 – Os documentos do candidato devem ser enviados via e-mail escaneados em arquivo pdf  (Formulário, Termo, RG, CPF, histórico escolar, etc.).


Prezados alunos, bom dia!

Gostaria de convidar a tod@s para o congresso Bett Brasil e Educar/Educador que acontece de 21 a 24 de maio de 2014. Destaco na programação a palestra “O papel da tecnologia no desenvolvimento de competências não cognitivas”, data: quinta-feira, 22 de maio de 2014, tempo: 1h30 horas (17.00 às 18.30 horas). A palestra abordará quais são as ferramentas que permitem um aprendizado de competências como criatividade, autonomia e colaboração. Local: Centro de Exposições Imigrantes, Rodovia dos Imigrantes, Km 1,5 – São Paulo-SP, Auditório: 10, Formato: Painel – Dois a três palestrantes por sessão. Cada palestrante terá 15 minutos para apresentação e após as apresentações será aberto o debate com o público. Os palestrantes são: Rafael Martins, CLWB; Fábio Villela, Professor, UNESP e Caio Dib, Jornalista, Caido no Brasil. Até lá!

Prof. Dr. Fábio Fernandes Villela

Departamento de Educação

Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas – IBILCE – UNESP – S. J. Rio Preto

Website Acadêmico: http://www.fabiofernandesvillela.pro.br

Blog de Aula – Mutirão de Sociologia: http://www.mutiraodesociologia.com.br/

Centro de Estudos e Culturas do Mundo Rural: http://www.cecmundorural.com.br/

Bom dia car@s amig@s do mundo rural! Tudo bem?

Gostaria de convidar a tod@s para o 3º Seminário O Trabalho no Século XXI: Educação, Trabalho e Saúde no Campo e 1º Seminário de Educação do Campo da Unesp de São José do Rio Preto – SP. Website do evento: http://www.fabiofernandesvillela.pro.br/eventos/seminario-trabalhador-2014/home

Os seminários tem por objetivos: promover o debate de trabalhos e pesquisas que tenham como temática: a Educação, o Trabalho e a Saúde no Campo. Fomentar o debate entre a comunidade acadêmica, organismos governamentais e representantes da sociedade civil a respeito das condições de educação, trabalho e saúde no campo. Público alvo: professores, pesquisadores e estudantes que trabalham e/ou estudam problemas relacionados à temática geral do seminário, representantes sindicais, profissionais da área e demais interessados.

Até lá! Prof. Fábio Fernandes Villela.

Atividade do CCI – PEJA – UNESP – SJRP

On outubro 31, 2013, in EduCoop, by Fábio Fernandes Villela

Bom dia querid@s alun@s do PEJA! Tudo bem?

“Lembro-me de muitas brincadeiras da minha infância. Tinham as brincadeiras de meninas e as dos meninos e, algumas, em que todos brincavam juntos. O melhor mesmo era brincar, rir e nem ver o tempo passar.”

Nesta atividade, escreva um pequeno texto sobre como eram as brincadeiras e os brinquedos na sua infância. Não se esqueça de contar os detalhes para que as crianças de hoje possam entender as brincadeiras e perceber como eram divertidos os brinquedos antigos. Você pode, também, explicar como era sua brincadeira favorita ou contar a história de um brinquedo de que gostava muito. Use links de imagens ou de vídeos, disponíveis na internet, para ilustrar o texto. Um grande abraço a tod@s da Equipe do PEJA – CCI – IBILCE – UNESP – SJRP.

Bom dia car@s alun@s! Tudo bem?

Gostaria de convidar a tod@s para a XII Semana de Pós-Graduação em Ciências Sociais, de 22 a 24 Outubro de 2013 – Unesp – Araraquara – SP.  Destaco na programação que segue abaixo os seguintes mini-cursos:

- Métodos e técnicas de Pesquisa Social – 14:00hs às 17:30hs
23/10 – Bruno Souza – Sala 34
24/10 – Adriana Marcela Bogado – sala 33

-  Pesquisa em Educação nas Ciências Sociais 14:00hs às 17:30hs
23/10 – Prof. Dr Fábio Fernandes Villela – Sala 38
24/10 – Claudete Pereira Basaglia e Fernanda Feijó – Sala 37

Até lá! Prof. Fábio Fernandes Villela.

Bom Dia Queridas Alunas! Tudo bem?

A última postagem de Sociologia da Educação 3 diz respeito ao ranking do Brasil no Pisa (Programa Internacional de Avaliação de Alunos). Segundo reportagem da Uol de 2010, a cidade de Xangai, na China, que participou pela primeira vez, obteve a melhor pontuação em leitura do exame. O Brasil ficou na 53ª posição. O exame, feito pela OCDE (Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico), avaliou em 2009 o conhecimento de cerca de 470 mil estudantes em leitura, ciências e matemática de 65 países. Neste ano, a área que teve ênfase na avaliação foi a de leitura. A pergunta para o comentário é a seguinte: por que, apesar de todo o esforço das políticas públicas, PCNs, RCMEIs, ENEM, SAEB, investimentos, etc., o Brasil está na 53ª posição no ranking do Pisa (Programa Internacional de Avaliação de Alunos)?

Saudações, Prof. FFV.

OBS. Para ajudar na reflexão vcs podem acessar os seguintes links:

Campanha “Fechar Escola é Crime”: http://www.cecmundorural.com.br/?p=235

Documentários: “Destino: Educação”

Sinopse do documentário: “Destino: Educação”

Vamos começar com uma pergunta: como fazer para a educação de qualidade chegar a todas as crianças? Para responder, nada melhor do que quem vive o dia-a-dia da educação nos países que são exemplo em educação. Vamos entrar na sala de aula, nos aproximar dos alunos, falar com os professores, ir até a casa dos estudantes para mostrar sua rotina de estudos e conversar com seus pais. Tudo para entender como em cenários tão distintos quanto a Finlândia, a Coréia, o Chile, Xangai, o Canadá e o Brasil a educação chega até quem mais interessa. O aluno. Todo aluno.
Qual a preocupação dos governos com o ensino? O que eles têm feito? E como isso se percebe na realidade e no aprendizado destes alunos? Como valorizar e capacitar o elemento-chave nesse processo, o professor? Como lidar com os sindicatos e a qualidade da educação? Quem são as pessoas que estão por trás dos bons resultados do PISA? A família tem realmente papel decisivo na educação? Por quê? Vale tudo para melhorar a aprendizagem? Qual o limite?

A série “Destino: Educação”:

http://www.futura.org.br/blog/2011/09/28/nova-serie-investiga-desempenho-dos-paises-lideres-em-educacao/

Vídeos:

Geral:
http://www.youtube.com/watch?v=AZu9QFufWaw&feature=related

Brasil:
http://www.youtube.com/watch?v=qhD1V1gqwP8

Prancha elaborado pelo arquiteto Hamilton Foz para o Assentamento Reunidas – Promissão – SP – Brasil (Fonte: Juliana Foz: http://malemolencia-juh.blogspot.com.br/)

Boa noite amig@s do Mutirão! Tudo bem?

Gostaria de convidar a tod@s para o curso de extensão temático: “Educação do Campo, Novas Tecnologias e Cultura Ambiental em Assentamentos de Reforma Agrária”. O curso tem carga horária: 16 (dezesseis) horas/aula, sendo 04 (quatro) horas de aulas teóricas e 12 (doze) horas de aula-prática (haverá excursão didática ao Assentamento Reunidas em Promissão – SP). O número de vagas é mínimo de 05 (cinco) e máximo de 40 (quarenta),  público-alvo: alunos do IBILCE/UNESP e comunidade em geral. Até lá! Prof. Fábio Fernandes Villela.

Objetivo do curso: O estudo dos assentamentos de reforma agrária adquire cada dia maior importância nos dias de hoje, especialmente no estado de São Paulo, pois trata-se de um espaço para onde convergem diversos fatores, tais como: conhecimentos populares, hábitos, usos e costumes que distinguem determinada comunidade. Trata-se de um patrimônio material e imaterial acumulado e que com o passar do tempo, poderá auxiliar no desenvolvimento de novas experiências de assentamentos de reforma agrária. A preservação dessas tradições poderá manter-se ou desaparecer em função das políticas aplicadas. O objetivo deste curso é elaborar estratégias de preservação dessas tradições através da capacitação de promotores da cultura ambiental de assentamentos de reforma agrária. Os objetivos específicos são: 1 – realizar uma análise da situação da cultura ambiental de uma comunidade, o Assentamento Reunidas, em Promissão – SP, 2 – formar promotores culturais, 3 – elaborar estratégias de preservação a cultura ambiental ao nível da comunidade, 4 – gerenciar estratégias de preservação da cultura ambiental através do uso das novas tecnologias aplicadas à educação do campo, especificamente o blog Centro de Estudos e Culturas do Mundo Rural (www.cecmundorural.com.br), do proponente deste curso.

Conteúdo Programático:

1 – Conceitos Fundamentais sobre educação do campo, novas tecnologias e cultura ambiental.

2 – Aspectos Teórico-Metodológicos da cultura ambiental do promotor cultural ao nível comunitário.

3 – Capacitação ambiental para o promotor cultural de assentamentos de reforma agrária.

4 – Estratégias de preservação da cultura ambiental através do uso das novas tecnologias aplicadas à educação do campo.

Câmpus de São José do Rio Preto

INSTITUTO DE BIOCIÊNCIAS, LETRAS E CIÊNCIAS EXATAS – STA

Rua Cristóvão Colombo, 2265, Jardim Nazareth, CEP. 15054-000, São José do Rio Preto/SP

Tel. (0xx17) 3221-2428 / (0xx17) 3221-2318 e-mail: sta@ibilce.unesp.br / www.ibilce.unesp.br

Executores: Prof. Dr. Fábio Fernandes Villela – coordenador e ministrante (16 horas) – IBILCE/UNESP.

Período e local de realização: Aulas teóricas: 03 e 10 de dezembro de 2012 (segundas-feiras) das 17h às 19h no Laboratório de Ensino da Pedagogia. Aula prática: 16 de dezembro de 2012 (domingo) excursão didática ao Assentamento Reunidas em Promissão – SP. Local de inscrição: Seção Técnica de Comunicações do IBILCE/UNESP.

ATENÇÃO PARA O PERÍODO DE INSCRIÇÕES

Período de Inscrição:

De 19 a 23 de novembro de 2012 – inscrições exclusivas para graduandos do Curso de Pedagogia do IBILCE/UNESP.

De 26 a 27 de novembro de 2012 – inscrições abertas para demais alunos do IBILCE/UNESP.

De 28 a 30 de novembro de 2012 – inscrições abertas para a comunidade em geral.

Condições para inscrição: Para os alunos de graduação do IBILCE/UNESP será necessária a apresentação de xerox do histórico escolar no ato da inscrição. Documentos necessários para inscrição: Cópia do RG, ficha de inscrição a ser preenchida na Seção Técnica de Comunicações da UNESP/IBILCE, recolhimento da taxa regulamentar da UNESP e documento que comprove atendimento ao item “Condições para inscrição”.

Custo: Será cobrada apenas a taxa regulamentar da UNESP, vigente à época das inscrições, a ser paga na Seção Técnica de Finanças do IBILCE/UNESP. Bolsas: Não há necessidade de bolsas, uma vez que o curso não prevê pagamento de mensalidades. Frequência mínima obrigatória: mínimo 70%. Maiores informações: Telefones (17) 3221-2320 ou 3221-2318.

Seção Técnica Acadêmica do Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas do Câmpus de São José do Rio Preto, 18 de outubro de 2012.

Imagem do projeto Biota Cerrado – USP – Assentamento Reunidas – Promissão – SP

APOIO: Instituto Cultural Lyndolpho Silva

http://www.iclyndolphosilva.net

(Revista Sociologia Ciência & Vida, Edição nº 15, 2013)

Bom Dia Car@s Alun@s de Sociologia da Educação 1 – 2013! Tudo bem?

A presença marcante da disciplina Sociologia nos diversos cursos no Brasil, especialmente na área de Educação, se caracteriza pela sua intermitência, conforme foi apresentado nos DVDs da série “Sociologia no Ensino Médio” *, pelos professores Amaury Cesar Moraes e Nelson Tomazi. Essa intermitência é dada, ora por motivos políticos, ora pela tentativa de integrá-la nos conteúdos de outras disciplinas. O que fica claro atualmente é que ela desempenha um papel educativo singular. E agora, com a obrigatoriedade da sua presença no Ensino Médio, apresenta-se um enorme desafio aos educadores, diretores e gestores em torno dos fundamentos, da forma, conteúdos e temas a serem trabalhados. Quais os principais “temas” que podem ser transformados em “temas sociológicos”? Bom trabalho a tod@s, Prof. Fábio Fernandes Villela.

* Vcs podem ver alguns vídeos sobre a disciplina sociologia e seus temas, a partir do seguinte link do Youtube:

http://www.youtube.com/watch?v=UEMT5UiG6rE

Saudações, Prof. FFV.