Prefeitura de Araraquara inaugura Primeira Creche do Campo

On abril 5, 2011, in EduCoop, Geo, Gepedoc, RP-CE, by Fábio Fernandes Villela

Em Solenidade que contou com a presença de mais de 600 pessoas, o prefeito Marcelo Barbieri inaugurou a primeira creche do campo da região de Araraquara

Com um público de mais de 600 pessoas, entre autoridades e comunidade local, que lotaram o espaço reservado para a solenidade de inauguração, a Prefeitura de Araraquara, por meio da Secretaria Municipal da Educação, entregou nesta terça-feira (22) a primeira unidade de educação infantil do campo, no Assentamento Bela Vista.

O novo prédio, anexo, à Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Hermínio Pagotto, que leva o nome do ex-deputado estadual Waldyr Alceu Trigo, recebeu o investimento de R$ 650 mil para a construção e atenderá, já a partir desta quarta-feira (23), crianças de zero a cinco anos filhos dos assentados e dos moradores dos lotes próximos à Fazenda Bela Vista, que receberão também o transporte escolar gratuito.

Para o prefeito Marcelo Barbieri, a entrega da creche, que integra o complexo educativo do campo, atende a uma reivindicação antiga e justa. O Assentamento Bela Vista merece ser valorizado como investimento público que garanta o acesso à saúde, lazer, trabalho e educação. Uma creche aqui representa, entre outras inúmeras vantagens, mais renda, pois permite que a mãe também trabalhe no campo e colabore com a renda da família, falou o prefeito.

Toda mãe tem o direito de deixar seu filho em num local adequado, onde possa se alimentar bem, dormir, brincar e aprender. Nesta unidade, assim como em todas as creches de Araraquara, as crianças também terão acesso aos laboratórios de informática equipados com o que há de mais moderno em computadores e à lousa digital, pois estamos investindo em Educação para todos, sem exceção, e os alunos dos assentamentos têm e merecem este direito, afirmou Marcelo.

O secretário municipal da Educação, Orlando Mengatti Filho (Nino), destacou as melhorias feitas na área rural como meio de inclusão. É impossível aceitar que a mulher do campo não tivesse os mesmos direitos que a da cidade. Por isso, o prefeito Marcelo tem a preocupação de resgatar a dignidade dessas pessoas, garantindo justiça na igualdade dos direitos. Prova disso é a entrega desta creche, assim como fez na implantação de internet banda larga que tirou a divisão que existia entre os moradores do campo e da cidade, um março na história deste assentamento, declarou Nino.

Para o vereador presidente da Câmara Municipal, Aluisio Braz (Boi), o prefeito Marcelo prova a cada dia que governa para toda a cidade sem distinção, levando serviços onde quer que precise. Vejo as estruturas, equipamentos, internet, formação para professores – tudo de primeira qualidade. Com isso, ele está construindo uma história de melhorias e respeito que jamais serão esquecidas pelos moradores do assentamento e de toda a cidade, aclamou o vereador.

O coordenador de Ensino do Interior, Rubens Mandetta, agradeceu pela oportunidade de participar, em nome do secretário Estadual da Educação, da conquista do benefício. Ficamos satisfeitos e emocionados quando vemos um prefeito como o Marcelo, que tem comprometimento com seus ideais e luta a vida toda por eles. Agradeço pela oportunidade de estar aqui presenciando este grande avanço na educação de Araraquara, declarou.

A festa realizada pela equipe da escola para receber o prefeito, comunidade e autoridades, liderada pela diretora do complexo educativo do campo no Bela Vista, Adriana Morales Caravieri, contou com apresentação dos alunos em diversas coreografias que remetem à origem rural da comunidade, com músicas e poemas que resgatam as origens do Assentamento e de trabalhadores que usam a terra como matéria-prima.

Concretização de um sonho

Os investimentos da Prefeitura na educação do campo inserem Araraquara em um cenário diferente da realidade apresentada no Brasil. Segundo dados da Pesquisa Nacional de Educação na Reforma Agrária (Pnera) apenas 5% das crianças até os seis anos de idade freqüentam escolas da educação infantil no campo, e somente 3% estão em creches.

Apenas nos assentamentos do Brasil, há 800 mil famílias. São 6.500 assentamentos, nos quais a maior parte das crianças não tem garantido o direito de aprender e a resolução que estabelece as diretrizes nacionais para a educação infantil do campo reafirma o direito de as crianças freqüentarem escolas próximas às suas residências.

De acordo com a diretora Adriana, mesmo com as dificuldades reconhecidas, foi constatado que a educação infantil no município de Araraquara vive um momento ímpar, pois, de acordo com ela, a comunidade escolar, as famílias dos assentamentos, apoiados pelo governo municipal, procuraram a oferta do atendimento de creche e de pré-escola e o poder público, sensibilizado com a necessidade e consciente de sua responsabilidade, se organizou para atender essas demandas.

Hoje temos esta inauguração que vem coroar os anseios e as lutas de uma comunidade que por duas décadas vem pleiteando do poder público a efetivação desse direito, destacou Adriana. Percebemos o alto grau de comprometimento e dedicação do prefeito e secretários com a causa do povo, nos trazendo ainda mais admiração, acrescentou a diretora.

A gerente de Educação Infantil, Viviane Cereda, destacou os desafios da nova unidade. Sempre que começamos uma obra de construção ou reforma duas palavras me vêm à cabeça: desafio e superação, pois procuramos o melhor, tanto na organização dos espaços como no mobiliário, equipamentos e brinquedos. Isso porque acreditamos que cada criança merece o que de melhor pudermos oferecer. Essa escola nos proporciona um desafio especial, pois aliamos a nossa experiência em educação infantil à experiência em ensino no campo, muito bem conduzido pela diretora, há mais de dez anos aqui, disse Viviane.

Estrutura

A área de aproximadamente 15 mil m², distante mais de 20 quilômetros da cidade, possui agora um complexo educativo no campo com uma estrutura completa para atendimento na Educação Básica. O investimento nesta obra, segundo o secretário de Obras, Valter Rozatto, somando à construção da creche e às melhorias feitas na EMEF, é de cerca de R$ 900 mil.

O prédio conta com um berçário com lactário e sala de banho; sala de multimeios com cantinho de brinquedo, fantasia e TV e espaço para repouso; sala para atividades com mesas e cadeiras, espaço para jogos e cantinho de leitura; lavanderia com depósito; sanitários com acessibilidade; depósito; e amplo espaço de convivência.

A EMEF também recebeu diversas melhorias. A cozinha que atenderá as duas unidades foi ampliada e passou por reforma geral, incluindo as despensas, colocação de forro de PVC no refeitório e pintura geral da unidade. Na área externa, foi construído um quiosque para atividades e eventos, além de duas passarelas – interligando as unidades (CER E EMEF) e, também, interligando o prédio da escola à quadra de esportes e à área de laboratórios.

Toda a área livre do complexo educativo do campo foi revitalizada. O espaço recebeu novo gramado e serviços de paisagismo. A quadra de esportes também passou por reforma no ano passado e recebeu pintura completa e iluminação.

Waldyr Alceu Trigo

O CER recebeu o nome de Waldyr Alceu Trigo, grande apoiador do Assentamento Bela Vista.

O prefeito Marcelo lembrou da luta que o ex-deputado travou junto ao governo estadual para garantir aos assentados o direito à terra. O Waldyr sempre acompanhou o processo de evolução deste assentamento, trabalhando conosco em prol de melhorias para os moradores e brigando junto ao Governo pelo direito à terra. Sempre lutamos pela democracia no país e, desde jovem, tivemos grandes ícones nesta batalha, como o Waldyr, que nos serviu de referência pelo compromisso e pela seriedade, falou.

Presente no evento, o filho de Waldyr, Fabiano Trigo, destacou a alegria em receber a homenagem em nome da família. Meu pai se dedicou muito ao assentamento Bela Vista, pois tinha o sonho de melhorar as condições de quem mora no campo. Estar aqui hoje, vendo esta escola com toda a estrutura que vai garantir um futuro digno para as crianças, vejo que a luta dele valeu a pena, falou emocionado.

Além de médico, farmacêutico-bioquímico e biomédico, Waldyr foi prefeito de Sertãozinho entre 1977/1982, e deputado estadual em 1983/1987 e 1987/1991. Eleito constituinte com 59.094 votos fez parte das Comissões Permanentes de Saúde, Trabalho, Fiscalização e Controle da Assembléia Legislativa e, na Constituinte, foi membro efetivo da Comissão da Ordem Econômica e Social e suplente das comissões do Poder Executivo e de Sistematização.

Extraído de: Prefeitura Municipal de Araraquara  -  22 de Março de 2011

Deixar um comentário