(Revista Sociologia Ciência & Vida, Edição nº 15, 2013)

Bom Dia Car@s Alun@s de Sociologia da Educação 1 – 2013! Tudo bem?

A presença marcante da disciplina Sociologia nos diversos cursos no Brasil, especialmente na área de Educação, se caracteriza pela sua intermitência, conforme foi apresentado nos DVDs da série “Sociologia no Ensino Médio” *, pelos professores Amaury Cesar Moraes e Nelson Tomazi. Essa intermitência é dada, ora por motivos políticos, ora pela tentativa de integrá-la nos conteúdos de outras disciplinas. O que fica claro atualmente é que ela desempenha um papel educativo singular. E agora, com a obrigatoriedade da sua presença no Ensino Médio, apresenta-se um enorme desafio aos educadores, diretores e gestores em torno dos fundamentos, da forma, conteúdos e temas a serem trabalhados. Quais os principais “temas” que podem ser transformados em “temas sociológicos”? Bom trabalho a tod@s, Prof. Fábio Fernandes Villela.

* Vcs podem ver alguns vídeos sobre a disciplina sociologia e seus temas, a partir do seguinte link do Youtube:

http://www.youtube.com/watch?v=UEMT5UiG6rE

Saudações, Prof. FFV.

118 Comentários “Módulo 2 – Sociologia da Educação 1 – Introdução ao Pensamento Sociológico Clássico”

  1. Erika Caroline disse:

    A sociologia é trabalhado no ensino médio com a intencão de entender a sociedade em que vivem de maneira racional e questionadora e nos parametros curriculares existem dois principios norteadores: o estranhamento (diante da realidade tem que haver um estranhamento) e a desnaturalização (não pode ser visto de forma natural o que acontece na sociedade)
    Neste sentido podemos diantes de fatos do cotidiano dos alunos transformar em temas sociológicos com objetivo de pensar e repensar este fato e questionar estas ações. Alguns exemplos a ser trabalhados.
    - A agressão na escola – com o objetivo de desnaturalizar esta atitude, pois ouvimos com muita frequencia, sempre foi assim e sempre será.

    - Maus tratos de animais – com o objetivo de estranhamento, estes fatos passam despercebidos na sociedade.

    Deixo registrado que estes temas são uma pequena fatia do bolo, do qual tem muitos outros temas pertinentes à idade. E é claro não podemos esquecer, que a sala tem suas ideias e o professor consegui identificar quais problemas estão evidentes e que precisa de um direcionamento consciente e racional.

  2. Maria Rodrigues da Silva disse:

    Dos princípios gerais da Sociologia que podem ser abordados no ensino médio é o princípio do estranhamento e o da desnaturalização. Princípios esses que possibilitam enxergar além das aparências ou do senso comum.Onde a Sociologia irá “desnaturalizar” o que parece natural, estruturando o conhecimento em análise sistemática da realidade.
    A sociedade cria relações sociais que se tornam constantes e comuns entre as pessoas, o “estranhamento” à normalidade aparente é outra análise eficiente no ensino médio para que os alunos compreendam além do que apenas parece ser.

  3. Silmara disse:

    Na minha opinião os pricipais temas que podem ser transformados em temas sociólogicos são: o estrahamento e a desnaturalização. Sabemos que para enfrentarmos o mundo como natural, é preciso “treinar o olhar” e construir um olhar sociológico para a realidade e esse se faz com base no estranhamento do cotidiano.

  4. Evaldo disse:

    A disciplina de Sociologia no ensino médio ainda é muito discriminada pois privilegia-se na grade curricular apenas duas aulas, que hoje sob o ponto de vista de reconhecimento já é uma vitória, porém , não podemos destacar apenas a questão merecimento mas a importância desta na formação do indivíduo.
    Acredito ser importante a discussão teórica de alguns pensadores: Marx ainda faz sentido para a juventude alienada, basta saber encaixar. Basta fazer um estudo sobre a sociedade atual e os problemas de emprego que a Europa vem enfrentando e … pasmem nosso país se encontra em melhores condições.
    Outro autor contemporâneo muito discutido que é o professor Newton Duarte defende uma postura interessante acerca da emancipação humana e nesse ponto caberia um tema polêmico pois trata de fazer pensar a sociedade atual e o niilismo que os jovens do ensino médio vivenciam.

  5. Eliane Rosa Policarpo disse:

    A sociologia estuda o comportamento em sociedade e baseando-se nos dois principios norteadores da organização curricular ,o do estranhamento e da desnaturalização ,os temas que podem ser transfomados em temas sociológicos são tema que se relacionam com as coisas da natureza,da vida e do nosso cotidiano com o objetivo de fazer as pessoas a pensarem e refletirem sobre coisas que passam despercebidas e que nem tomamos conta.

  6. A Sociologia tem a função de ajudar os indivíduos a entender a sociedade e como é o seu funcionamento. A Sociologia tem dois princípios: Estranhamento e a Desnaturalização.
    O estranhamento, são as coisas do mundo, da natureza, que passam por nós despercebidas. E a desnaturalização, é o processo de fazer com que coisas que pensamos ser naturais, não sejam, pois por traz de qualquer coisa tem algo, logo, não pode ser natural.

  7. Sandra disse:

    A sociologia nos proporciona a reflexão sobre acontecimentos que envolvem toda sociedade. Baseada em dois importantes principios o do estranhamento e o da desnaturalização. O estranhamento derivado do campo da filosofia conduz o indivio a ter uma posição e um distanciamento diante de tal estranhamento. A desnaturalização nos mostra que nada pode passar despercebido, que não podemos considerar algo natural sem refletirmos como tal acontecimento foi no passado, é no presente e poderá ser no futuro. A sociologia poderá conduzir o individuo a abrir sua mente e mudar suas concepções diante dos principais temas polêmicos que envolvem nossa sociedade, como a vilolência nas escolas, ações solidarias, maus tratos aos animais, abuso infantil e muitos outros.

  8. GISELE REGINA GUBOLIN NARDELLI disse:

    TEMOS 2 PRINCÍPIOS NA SOCIOLOGIA:
    O ESTRANHAMENTO QUE SÃO AS COISAS DO MUNDO, QUE LEVA O INDIVÍDUO A ASSUMIR UMA POSIÇÃO.
    E A DESNATURALIZAÇÃO QUE RELEVA QUE NADA PODE SER DESPERCEBIDO, QUE NÃO PODEMOS DIZER QUE ALGO É NATURAL SEM REFLETIRMOS COMO FOI ANTES.
    A SOCIOLOGIA TEM O PAPEL DE EXPANDIR A MENTE HUMANA E MUDAR CONCEPÇÕES.

  9. Mylena Pereira disse:

    De acordo com o vídeo percebe-se que a sociologia está pautada em dois princípios: de estranhamento e desnaturalização.
    Com isso escolhi dois temas que podem ser abordado no ensino médio: a fome, e o cuidado com o meio ambiente.
    Escolhi esses dois temas porque a fome entra no eixo da desnaturalização na qual não é algo que têm que ser visto como natural enquanto umas pessoas desperdiça comida, outros países nem tem o que comer. E o meio ambiente como um estranhamento, por está acontecendo várias mudanças climáticas por motivos de poluição, lixo nas ruas, falta de árvores etc.

  10. Daniela Alves disse:

    Os principais “temas” que podem ser transformados em “temas sociológicos” no ensino médio de acordo com o vídeo é o estranhamento que vê as situações cotidianas como coisas estranhas e com um certo distanciamento da realidade e a desnaturalização que nos mostra que não devemos acreditar naquilo que vemos de forma natural.
    Por isso, devemos trabalhar com assuntos que a sociologia possa investigar como coisas da natureza humana, biológica e social, para que assim possamos refletir de forma consciente o que acontece no mundo.

  11. Fran (Denise Franciane) disse:

    Vários temas poderiam ser discutidos e trabalhados no âmbito da Sociologia, sendo eles: a violência que gera criminalidade; o desemprego; a pobreza; a educação; a sexualidade; a religião; a instituição do casamento; o uso da TV, da mídia e das tecnologias de informação; o acesso às redes sociais; a busca e exploração pelo corpo perfeito; a saúde; a exploração do homem pelo homem; etc. Todos esses assuntos permitem à Sociologia discuti-los com profundidade devido ao estranhamento e a desnaturalização que apresentam ao serem analisados, pois todos são fenômenos sociais e permitem que a vida em sociedade seja explicada a partir de sua historicidade. Eles são cabíveis de questionamentos, apresentam uma realidade social aparentemente natural.

  12. Thaís Leite disse:

    Baseado em Charles Wrigh, a Sociologia serve para produzir imaginação sociológica. Por exemplo: A Guerra atinge os indivíduos individualmente, mas também possui uma questão mais ampla. Para Pierre Bourdieu, a sociologia pode também explicar que, determinados sofrimentos, possuem causas sociais. Em relação à Sociologia no Ensino Médio, Zygmunt Bauman diz que, esta, é uma ferramenta que possibilita o aluno ter uma visão mais profunda sobre os acontecimentos do seu cotidiano, para mostrar outras respostas para as coisas. Serve também para formar um cidadão crítico; mas é importante que ela não tenha apenas esse slogan, mas que traga conteúdo para isso. Há vários temas que podem ser transformados em “temas sociológicos”, entre eles, o suicídio; Este, para o senso comum, é um fenômenos psicológico de alguém que está passando por grandes problemas que o levam à. Entretanto, no senso sociológico; por trás do suicídio, há questões não apenas individuais, mas há todo um contexto social por trás desses problemas pelos quais o indivíduo passa. Contudo, assim como o Suicídio, vários temas podem ser abordados, e, transformados em Temas Sociológicos!

  13. Silmara T. Dias disse:

    A sociologia estuda, analisa os fenômenos sociais. Através deste dois princípios norteadores, (estranhamento e a desnaturalização), desenvolver no ensino médio a organização da sociedade capitalista, seria de grande valia, pois querendo ou não estamos inseridos nela. Os alunos tendem a se perguntar porque estou estudando isso? Mostrar ao aluno inicialmente, por que, como, e o papel que este desempenha na sociedade, seria extremamente relevante, desmitificar o que vemos no cotidiano e assumimos como natural, depois apresentar os precursores e como esse médotodo iniciou e foi sendo aperfeiçoado no decorrer da historia da sociologia.

  14. Noemi disse:

    Segundo o vídeo a sociologia esta ligada a varias áreas de formações sociais, e esta estabelecida em dois contextos norteadores de sua organização.
    O principio do Estranhamento vem de um campo da filosofia e são coisas que estão presentes no nosso dia a dia e passam por nós sem que notamos, como a corrupção eh um fato presente em nossa sociedade mas fingimos que não existe por poucas coisas boas que um dia fizeram. Mantendo distancia de tudo.
    O principio da Desnaturalização quando vemos com um olhar que tudo é normal, a sociologia faz com que tentamos ver o passado, presente e futuro do que esta acontecendo que um dia foi assim mas hoje não é e amanhã também será diferente, como no caso da violência que a cada dia aumenta.

  15. Hayanne Zahra disse:

    Há diversos temas atuais que podem servir de “temas sociológicos” no Ensino Médio, como por exemplo: a sociedade de consumo e os padrões de beleza; Conscientização dos jovens sobre métodos de prevenção de DST’s; Bullying; Tecnologia e dentre vários outros assuntos que darão enfase nos princípios da organização curricular inseridos na sociologia: Estranhamento e Desnaturalização o qual implica em não tornar os acontecimentos do nosso cotidiano em naturais, mantendo certo distanciamento. O Estranhamento implica em desnaturalização, tratando-se de olhar tais acontecimentos como se fossem estranhos e solicitassem de uma explicação.

  16. Andressa Parra disse:

    Depois de muitas contradições existentes a respeito da inserção da Sociologia nas escolas, ela se insere como disciplina nos cursos em nosso país com ênfase na área educacional, bem como no ensino médio, o intuito vem com a tentativa da integração de outras disciplinas, desempenhando um papel singular e no que diz respeito ao Ensino Médio essa disciplina se torna uma instigação em todas as formas ao seu respeito. Diversos são os temas que podem ser transformados em temas sociológicos, no entanto tudo que esta em nossa sociedade e que está ao nosso redor e o que vem acontecendo atualmente pode ser um tema sociológico construtivo para o Ensino Médio.
    De acordo com o vídeo que se refere à disciplina de Sociologia no Ensino Médio, é explicito a necessidade que se dá em conhecer o que é a sociologia logo de início, assim é estabelecido dois princípios que conduz a sociologia e a organiza, o Princípio do Estranhamento que se pauta na tradição sociológica, ou seja, aquilo que está no nosso dia a dia, mas mesmo assim passam por nós despercebidamente, no entanto este princípio vem para desmistificar isso e defender que devemos ter um distanciamento e estranhamento dessa realidade o porquê tal acontecimento é assim e não de outra maneira. O outro Principio é o de Desnaturalização, este é muito comum, sempre estamos nos referindo aos acontecimentos do nosso cotidiano como sendo sempre natural, algo que não era assim, porém hoje é, e amanhã não será mais, é naturalizado e aceito normalmente.

  17. Fernanda Rissardi disse:

    Introduzir a disciplina sociologia no ensino médio é propiciar a oportunidade de uma ponderação mais crítica, capaz de proporcionar uma consciência cidadã que movimente o desenvolvimento da autonomia dos alunos.
    Nas aulas de sociologia pressupõem-se alguns conceitos específicos para ser abordados, entre os quais: distinguir os discursos da realidade tomando as explicações das ciências sociais pautadas nas teorias e no senso comum; elaborar discursos sobre as diversas realidades sociais a partir da observação e da reflexão; compreender e respeitar as diferentes manifestações culturais de etnias e segmentos sociais, preservando o direito à diversidade; construir a identidade social e política, trabalhando para que haja direitos e deveres mútuos entre o poder público e o cidadão e construir uma visão crítica da indústria cultural e dos meios de comunicação de massa, avaliando sua função de persuadir.
    Todos esses conceitos produzem o estranhamento a fim de intensificar o desenvolvimento da desnaturalização dos fenômenos, concebendo que a história é arquitetada coletivamente pelos indivíduos e que essa criação submete-se às condições ofertadas. A sociologia pretende a partir do senso comum poder extrapolá-lo, já que o conhecimento imediato, por vezes, está abarrotado de condutas individuais e prenoções.

  18. Angelica Camacho disse:

    A sociologia no ensino médio trata de todos os fenômenos sociais, levando os alunos a saírem do “achismo” tendo assim um olhar mais crítico, de modo que ele entenda melhor o mundo, realizando uma reflexão sobre seu próprio argumento.
    Desse modo existem dois assuntos que podem sem trabalhados na sociologia : o estranhamento e a desnaturalização
    O estranhamento nos leva a aceitar um fato social sem questioná-lo, ou seja, esse fato passa despercebido por nós.
    A desnaturalização nos leva a acreditar que tudo é natural na sociedade, que todos os fatos sociais acontecem naturalmente.
    Diante disso são vários os temas que podem ser trabalhados como corrupção, violência, preconceito, bullying, etc.

  19. Marieli Bianchi disse:

    A sociologia no ensino médio explicita ao aluno os aspectos sociais do ser humano, com o propósito de viabilizar sua percepção crítica e autônoma a respeito de seu cotidiano e do “mundo” em que se insere.
    O Estranhamento é a não percepção de tudo o que é esta presente em nosso ambiente, todos os acontecimentos em nosso cotidiano e em nossas vidas encaminhando -se para a desnaturalização, pois não os questionamos, não pensamos, não refletimos sobre tais fatos, tudo é “bem natural” ao nosso olhar e criamos o conceito de que “tudo é assim mesmo porque deve ser e sempre foi assim”.
    Desta forma, diversos assuntos estão propícios a serem discutidos nas aulas de sociologia como a violência, fome, degradação do meio ambiente, entre outros.

  20. Bruna B. disse:

    A sociologia vem através dos seus dois princípios: o estranhamento e a desnaturalização, mostrar o mundo e tudo o que acontece nele.
    O estranhamento são as coisas que acontecem despercebidas diariamente que fazem o ser humano ser quem ele é, e a desnaturalização é a forma com que as coisas acontecem, naturalmente.
    Então a sociologia vem nos mostrar que o que vemos, vivemos e convivemos não é para sempre, não foi sempre assim e não será para sempre assim.
    Abrindo um leque de assuntos que rodeiam a sociedade, como violência, consumo, trabalho entre outros e levando as pessoas a pensarem e refletirem sobre.

  21. Luany Pyetra disse:

    Conforme o vídeo: “Contexto e Princípios Gerais” já deixa bem explicito, que alguns dos temas sociológicos que pode ser trabalhados são,por exemplo,a fome,a educação,a religião,meio ambiente,entre outros que podem ser explorados até mesmo pelo próprio cotidiano do aluno,em especial do Ensino Médio. Neste contexto, existe dois princípios norteadores que são o Estranhamento e a Desnaturalização. O primeiro seria a forma que deveriamos passar a olhar as coisas ao nosso redor,sempre indagando o por que,como,um certo distanciamento. Já na desnaturalização,seria a forma “natural” das coisas acontecerem,sendo que devemos ter em mente que as coisas podem ser ou foram modificadas,deixando de ser como é,sendo algo “natural” este processo.

  22. Letícia Veste Correia disse:

    De acordo com o vídeo, podemos perceber que na Sociologia, existem dois princípios, um deles é o princípio do estranhamento. Às vezes na vida alguns acontecimentos passam despercebidos, ou seja, passam como algo que está presente no cotidiano das pessoas, que gera um distanciamento; e estranhamento. E o outro é o princípio da desnaturalização, que são os acontecimentos que acontecem “naturalmente” no cotidiano, de forma comum, ou seja, nós acabamentos aceitando que são fatos naturais. E no ensino médio a Sociologia pode abordar diversos temas, segue alguns exemplos: consumismo, trabalho escravo, mídias sociais, violência, fome, etc.

  23. Camila Pavaneli disse:

    Entre os principais temas que devem desenvolver no Ensino Médio estão o processo de desnaturalização e estranhamento. Estes devem levar o aluno a construir atitude critica que lhe permita buscar sempre uma explicação de como e por que os fenômenos sociais ocorrem, para assim, poder começar a recusar as explicações de que sempre foram assim ou devem ser assim. O estranhamento permite o afastamento e a crítica com relação a tudo que lhe aparece como natural, como verdadeiro e definitivo. Já a desnaturalização considera que tudo é natural, ou seja, se existe desigualdade social é pelo fato de ser um processo natural da sociedade, é normal, afinal ela sempre existiu e sempre existirá, que mundo é assim mesmo. Dessa forma, os indivíduos manifestam o entendimento de que os fenômenos sociais são de caráter natural.
    Dois temas que poderiam ser tratado em sala de aula são conscientização politica e desigualdade social, para melhor compreensão do sistema politico, abrangendo corrupção e para desmistificar a questão de meritocracia, já que passam que as pessoas são pobres por não se esforçarem.

  24. Daniela Alves disse:

    Os principais “temas” que podem ser transformados em “temas sociológicos” no ensino médio de acordo com o vídeo é o estranhamento que vê as situações cotidianas como coisas estranhas e com um certo distanciamento da realidade e a desnaturalização que nos mostra que não devemos acreditar naquilo que vemos de forma natural.
    Por isso, devemos trabalhar com assuntos que a sociologia possa investigar como coisas da natureza humana, biológica e social, para que assim possamos refletir de forma consciente o que acontece no mundo.

  25. Rebeca Gomes disse:

    Os eixos temáticos escolhidos para a construção da tecnologia educativa tentam refletir a diversidade das abordagens das ciências sociais (da ciência política, sociologia, antropologia). Ao mesmo tempo, dentro de cada eixo temático, são selecionados conteúdos que podem servir ao desenvolvimento da imaginação sociológica e da crítica a alguns dos principais elementos de violência simbólica, especialmente o racismo, o etnocentrismo e o elitismo. Dessa maneira, a relação entre trabalho e sociedade, cultura e sociedade e política e sociedade foram estabelecidas a partir de alguns pressupostos básicos.

    O primeiro pressuposto, de ordem geral, é que os conteúdos apesar de não serem por si mesmos fatores suficientes para questionarem as formas de violência simbólica, podem cumprir, quando tratados de forma a explicitar discursos e pontos de vista que foram historicamente reprimidos e marginalizados, uma função crítica importante. Dessa maneira, os temas escolhidos não foram necessariamente novos, mas procuramos selecionar dentro dos temas alguns tabus – ou seja, aquilo que não era dito ou simplesmente silenciado – e explorar as múltiplas visões sobre os acontecimentos que eram assim silenciados. Logo, os temas como a criminalização dos movimentos sociais e das camadas populares, o preconceito de cor e de marca, a desvalorização do trabalho manual e dos trabalhadores foram explorados de maneira a tentar construir uma ligação dos conteúdos com a experiência individual e coletiva dos alunos.

    O segundo pressuposto foi de que os conteúdos precisavam guardar uma relação entre si, e dessa maneira, cultura, trabalho e política tratam de diferentes ângulos de conteúdos comuns. Por exemplo, o preconceito contra o trabalho manual é abordado tanto no eixo Política e Sociedade quanto Trabalho e Sociedade, e o etnocentrismo é tratado no eixo Cultura e Sociedade e Política e Sociedade. Ou seja, no limite, essas formas de violência simbólica foram tratadas como se fossem “fatos sociais totais” e pensados em seus fundamentos econômicos, políticos e culturais. Essa ideia de totalidade também foi empregada no sentido de questionar o etnocentrismo e elitismo, ao mostrarmos como na realidade os povos não europeus e as classes trabalhadoras cumpriram um papel político e cultural central na história do mundo. Quer dizer, não somente considerar as formas de violência simbólica nessas múltiplas dimensões, mas tentar empregar informações e conteúdos críticos que também mostrassem essa dimensão econômica, política e cultural.

  26. Ana Claúdia disse:

    Poderiam ser tratados na disciplina de Sociologia do Ensino Médio temas como bullyng, direitos humanos, assuntos que causam discussão e reflexão, alguns temas polêmicos como política e religião, algo que faça o aluno refletir sobre sua postura na sociedade. É necessário despertar nos adolescentes um senso crítico e aguçar nos mesmos o desejo pelo conhecimento.

  27. A Sociologia é de extrema importância para uma Ensino Médio, uma vez que faça o aluno pensar e a desempenhar seu senso crítico. A sociologia vai muito além do que apresentar sociólogos e suas teorias para sala de aula, ela ensina que a sociedade é envolta por enes problemas e que isso tem que ser resolvido através da conscientização da sociologia para que os ”germes” da sociedade irem diminuindo e isso depende de um molde que ela dará para os alunos de ensino médio. A sociologia pode abordar assuntos que buscam reflexão, que buscam discutir os direitos de cada, as polemicas que ocorrem pelo mundo, como a corrupção, crimes brutais e até mesmo bullying. A sociologia pode ajudar os adolescentes terem outra visão e outra postura perante a sociedade.

  28. Maiara Carnelossi disse:

    A sociologia foi introduzida no ensino médio com o intuito de trabalhar disciplinas que ajudem o aluno apensar a sociedade. Mas entre todos esse temos, vemos pelo vídeo, que os principais a se tratar é o estranhamento e a desnaturalização. O primeiro que trata alguns fatos como distantes da sociedade, “estranhos” e longe da realidade; o segundo que aborda que os cidadãos não devem aceitar de forma natural tudo o que veem na sociedade.
    Sendo assim, a sociologia buscar mostrar que nem sempre as coisas são como são hoje e que elas mudarão futuramente. ela tem o intuito de trabalhar aspectos sociais, biológicos e também aqueles que são referentes à natureza humana, tratando de temas que abordem tais aspectos e provoque uma “conscientização” de maneira que faça os alunos repensarem a sociedade de uma maneira mais critica, terem mais opiniões.

  29. Nayara Koseki disse:

    A sociologia no ensino médio contribui para a formação do jovens que irão apurar seu senso crítico e de questionamento. Desmistificando ideologias e apurando o pensamento crítico das novas gerações, poderemos continuar sonhando, e construindo, um país, não de iguais, mas justo para mulheres e homens que apenas querem viver. Sociologia é a ciência que estuda o comportamento humano em função do meio e os processos que interligam os indivíduo sem grupos, associações e instituições. Então são por esses motivos os quais a sociologia deve ser dada no ensino médio para melhor entendimento de sociedade dos jovens.

  30. Caroline Teixeira disse:

    Os temas mais trabalhados pelos professores do ensino médio são o ‘’estranhamento e a desnaturalização’’ são temas que permitem que o aluno olhe diferente para a sociedade em que vive, tendo em vista que tudo o que foge do que ele conhece como cultura, para ele é estranho ou errado. É uma forma de fazê-lo repensar seus preconceitos ou até mesmo seus conceitos de aceitação em relação ao outro.
    A disciplina de sociologia é recente nas escolas e foi inserida a fim de fazer os alunos pensarem sociedade e desenvolverem um senso crítico.
    Dentre a vasta gama de temas que podem ser trabalhados nesta disciplina eu elenquei dois que eu considerei muito importante:

    - Cyberbullying ( que entre eles hoje se tornou muito comum, e a maioria desconhece.)
    - Consumismo ( é um tema não trabalhado, tendo em vista que abrir a mente dos alunos vai contra o sistema, mais é de suma importância para que eles entendam a sociedade em que vivem.)

  31. Marina Martins disse:

    O ensino de sociologia como apresentado no vídeo tem dois princípios que são: O estranhamento e a desnaturalização. O estranhamento é o processo que propõe ao indivíduo não aceitar tudo sem compreender ao menos a origem de alguns processos. O distanciamento se dá então e a observação de fatos e sistemas do próprio cotidiano. A vontade de entender, de compreender o motivo de certas posturas e acontecimentos. O outro princípio trata da desnaturalização, que utiliza do pensamento cientifico para provocar a reflexão sobre as coisas ditas naturais. Estipular tudo e todos como sendo natural, ou normal, é uma característica do sistema social que vivemos. A situação da pessoa é tal porque ela procurou, aquilo é normal. Ou mesmo outros exemplos. Com o conhecimento científico é possível perceber que tudo tem um motivo, o que nos dizem nem sempre é o que realmente é. Mas que tudo tem um motivo histórico. Tendo em vista estes princípios é preciso considerar o conteúdo para ser ensinado como um processo de aproximar os estudantes da reflexão sobre atos e situações presentes no cotidiano. Sobre posições e interações de que eles também fazem parte. Nada melhor para propor uma discussão e levar ao pensamento.

  32. Wanderléa Esteves disse:

    A sociologia trata dos fenômenos sociais, dentre eles, o processo de desnaturalização e estranhamento.
    A desnaturalização é o processo de fazer com que os acontecimentos da sociedades sejam naturais.
    O estranhamento, são as coisas da natureza, que passam por nós desapercebidas, parecem normais e que não mudam.
    Vários temas poderiam ser abordados em sala de aula, no ensino médio, por exemplo: desigualdade social, políticas pública, distribuição desigual de renda, o consumismo desenfreado, dentre muitos outros.
    Provocando o aluno a refletir e adquirir um olhar crítico sobre o que está em sua volta, inserindo-o nos acontecimentos da sociedade.

  33. Janaine Braga Ramos disse:

    A sociologia no Ensino Médio é um espaço para os alunos superarem os conceitos que trazem do senso comum, permitindo que observem a sociedade de uma forma menos alienada e que consigam de algum modo perceber como realmente acontecem as relações sociais.
    Por meio de conteúdos como desnaturalização, ou seja, por meio de conceitos que possibilitam que o educando aprenda que a sociedade é composta por classe e que suas instituições e individuos estão todos divids pela luta de classes. Destemodo , os alunos podem enxergar a formação de sua individualidade e do coletivo de forma mais completa e critica.

  34. maely disse:

    A implantação da sociologia no ensino médio, fará uma diferença, pois ela ensina ensina aspectos do modo de vida do ser humano incluindo assim, os próprios alunos. A sociologia por se tratar de um fenômeno de desnaturalização, que afasta as aprendizagens da realidade, pode abranger vários “temas sociológicos”, que se relacione com a vida dos alunos para debater como realmente acontece as relações sociais em meio a tais, como: drogas, beleza, consumismo, entre outros. O qual fará com que o aluno não só saia do senso comum, como também passar a observar os acontecimento, fatos e relações com um olhar diferente.

  35. Ana Régio disse:

    A Sociologia, como já explicitado acima desempenha um papel educativo singular, pois busca compreender a sociedade de maneira racional e questionadora, ou seja, não aceitando o que é imposto ou o que está pronto, mas buscando refletir e transformar aquilo que não é tido como parte natural da sociedade. Sendo assim, os princípios gerais que podem ser abordados na Sociologia são o estranhamento, que se caracteriza como algo estranho ao que acontece na sociedade e a desnaturalização, que se caracteriza como algo que não é natural na sociedade, que precisa ser mudado, discutido, refletido.
    Dessa forma, dois temas de muita importância a ser trabalhado no Ensino Médio, onde são formadas opiniões e muitas vezes direcionadas as ações futuras dos jovens, seriam a violência como algo relacionado à desnaturalização e o preconceito em geral, relacionado ao estranhamento.

  36. Ludmila L.Liduenha disse:

    A sociologia no ensino médio tem como objetivo trabalhar os contextos atuais e realista da sociedade atual. A sociologia trata do fenomeno da desnaturalização e do estranhamento, que permitem aos individuos criar um senso crítico. O primeiro leva o indiviuo a questionar o que por ele é achado comum, natural e rever seus conceitos. O segundo leva ele a pensar e não se conformar com sua realidade.
    Podem ser relacionados inumeros temas do cotidiano e da realidade que sao muito importantes aos jovens; como violencia, politica, drogas etc..

  37. Adriane Paulino disse:

    O ensino da Sociologia no Ensino Médio parte de dois princípios: a desnaturalização e o estranhamento. A desnaturalização é como as coisas acontecem, de forma natural, e o estranhamento são coisas normais que passam despercebidas pelos indivíduos.
    Dentro dessa perspectiva, alguns dos temas que poderão ser abordados são: consumo de álcool e drogas, DSTs (prevenção), Bullying, mercado de trabalho, universidade, entre outros. Assim, os alunos terão a oportunidade de refletir sobre estes assuntos com base nos preceitos da sociologia.

  38. Flávia disse:

    Sem dúvida a introdução da Sociologia no ensino médio é de grande valia, no entanto, temos que nos perguntar, será que nossos alunos estão prontos para pensar? será que eles conseguem enxergar e questionar os problemas existentes no mundo? Partindo dos dois eixos norteadores da Sociologia, estas questões surgem, para explicar o ponto de vista do Estranhamento, nossos alunos terão que aprender a assumir uma posição no mundo, o que é bom, teremos alunos e automáticamente uma sociedade pensante. O ponto da Desnaturalização, que nos mostra quenada pode passar despercebido, não podemos dizer que algo é natural sem refletirmos o contexto histórico dos acontecimentos. Com base neste eixos vário poderiam ser os temas a serem trabalhados em sala de aula como: sistemas de cotas nas universidades, desemprego, sistemas eleitorais, “bolsas” de beneficios do governo, sistemas de cooperativas de reciclágem… e tantos outros que nos permitiram uma reflexão histórica, social, economica e politica.

  39. Letícia Gabriela de Oliveira disse:

    Considerada uma disciplina perigosa por diversos governantes, a presença da disciplina Sociologia no Ensino Médio é uma poderosa ferramenta para instigar o senso critico dos alunos, ou seja, uma tentativa de tira-los do isolamento cultural (senso comum) impostos pelos veículos midiáticos e/ou sistemas de ensino aos quais estão em contato desde a mais tenra idade; uma maneira de tentar instigar os adolescentes a compreender o “outro”, a sociedade e a si próprio de uma maneira diferente, enxergando tantos problemas como o racismo, o bullyng , entre outros de uma maneira diferente, até mesmo superando-os… Nesse contexto, os vídeos sugerem que trabalhemos em sala de aula com os processos de “desnaturalização” e “estranhamento”, que em conjunto devem instigar os alunos a se distanciarem dos fatos sociais ditos “naturais” e a refletirem sobre as suas causas e consequências , a compreender que tudo é reflexo de relações sociais e nada é natural, de modo que, o que é natural para um individuo, não é natural para outro, e vice versa.
    Tambem acho interessante o trabalho com diferentes culturas, o que leva ao estranhamento inicial e a compreensão de preconceitos, um exemplo é o trabalho com a cultura indígena e os preconceitos que temos com a mesma, a exemplo no curta Hakani http://www.youtube.com/watch?v=FFWTEPUvpzs

  40. Marinelli Almeida disse:

    Acredito que os temas a serem trabalhados tem de estar relacionados ao cotidiano dos adolescentes, como:
    - A importância da moda na construção da identidade;
    - consumismo;
    - As diferentes formas de violência – mostrando que existem violências simbólicas, físicas e psicológicas.
    Acredito que o principal objetivo da sociologia, no ensino médio, e conduzir o aluno a refletir sobre a realidade, através dos temas apresentados em sala.

  41. Marinelli Almeida disse:

    Olá professor! poderia trocar minha resposta acima por esta -
    Os temas a serem trabalhados tem de estar relacionados ao cotidiano dos adolescentes, como:
    - A importância da moda na construção da identidade;
    - consumismo;
    - As diferentes formas de violência – mostrando que existem violências simbólicas, físicas e psicológicas.
    Acredito que o principal objetivo da sociologia, no ensino médio, e conduzir o aluno a refletir sobre a realidade, através dos temas apresentados em sala.

  42. Ana Régio disse:

    A Sociologia, como já explicitado acima desempenha um papel educativo singular, pois busca compreender a sociedade de maneira racional e questionadora, ou seja, não aceitando o que é imposto ou o que está pronto, mas buscando refletir e transformar aquilo que não é tido como parte natural da sociedade. Sendo assim, os princípios gerais que podem ser abordados na Sociologia são o estranhamento, que se caracteriza como algo estranho ao que acontece na sociedade e a desnaturalização, que se caracteriza como algo que não é natural na sociedade, que precisa ser mudado, discutido, refletido.
    Dessa forma, dois temas de muita importância a ser trabalhado no Ensino Médio, onde são formadas opiniões e muitas vezes direcionadas as ações futuras dos jovens, seriam a violência como algo relacionado à desnaturalização e o preconceito em geral, relacionado ao estranhamento.

  43. Jacqueline Paiva de Rezende disse:

    A função da sociologia é estudar, compreender, analisar, questionar os fatos sociais que são o seu objeto de estudo. Tudo o que ocorre na sociedade é objeto de estudo da sociologia, por exemplo a violência doméstica,escolar, abuso sexual, maus tratos á animais, a sociologia tem a função de observar, fazer um estudo, analisar os resultados observados e oferecer aos administradores, políticos, autoridades religiosas, entidades sindicais, ongs, etc o resultado de seu estudo para que esses atores formulem propostas para responder ao problema da violência doméstica. Assim se pode fazer com todos os fatos sociais existentes na sociedade.

  44. Raquel Ap. Pereira Piocoppi disse:

    A sociologia implantada no ensino médio é extremamente importante para criar o pensamento crítico e reflexivo nos adolescentes que precisam de embasamento teórico para expor suas ideias a respeito do homem e suas relações com a natureza e a sociedade. Compreender os conceitos e pensamentos para o construção do ser possibilita um crescimento pessoal e de formação diante das adversidades do mundo capitalista analisando a partir de um primeiro momento de estranhamento, uma consciência mais crítica e atuante nos fatores históricos do homem transformador daquilo que constitui.

  45. Vera Lucia Vançan disse:

    O ensino de Sociologia no ensino médio permite ao aluno uma reflexão sobre o funcionamento da sociedade em que está inserido de maneira racional e mais critica, podendo compreender que tudo é reflexo de relações sociais. Deve ter por base dois princípios epistemológicos: o princípio do estranhamento e o princípio de desnaturalização. É através do principio do estranhamento que o aluno vai buscar entender os porquês das coisas. Ao se deparar com o novo o aluno vai se espantar, surgindo a vontade de conhecer . O outro princípio, o da desnaturalização leva os alunos a pensarem que aquilo que está vendo não é, foi ou será sempre da mesma forma, e em consequência disso entender que os fenômenos sociais não são de caráter natural e sim resultados das relações sociais e de suas diversas estruturas.

  46. Nicole Sangalli disse:

    Os principais “temas” que podem ser transformados em “temas sociológicos” nas aulas de Sociologia é o princípio do estranhamento, ou seja, diante da realidade em que vivemos devemos tomar uma posição de distanciamento, de estranhamento. Outro princípio que pode ser transformado em “temas sociológicos” nas aulas de Sociologia é o princípio da desnaturalização, ou seja, abolir a ideia de que há certas coisas que são naturais, que sempre foram de determinada forma, quando na verdade elas não são naturais. Elas podem ter sido de determinada forma no passado e não ser a mesma no presente, e nem no futuro.

  47. Bruna Jacomin disse:

    Há vários temas que podem ser abordados e discutidos âmbito da Sociologia, como por exemplo: a mídia, fome, desemprego, educação, sexualidade, casamento, criminalidade, prostituição, beleza, tecnologias e etc.
    Todos esses assuntos são cabíveis de argumentos e apresentam uma realidade social aparente natural. E por meio do estranhamento e da desnaturalização torna-se possível uma analise aprofundada da historicidade da sociedade.
    Portanto o estranhamento nos leva a aceitar um fato social sem questiona-lo, fazendo com que o fato se passe por despercebido, já a desnaturalização nos leva a acreditar que tudo é natural, fazendo com que acreditemos que todos os fatos sociais ocorrem por acaso.

  48. Carolina Puga disse:

    A sociologia é a ciência que estuda a sociedade, portanto, essa disciplina é trabalhada no Ensino médio como uma forma de fazer o aluno entender e questionar a sociedade em que ele vive. Existem dois princípios norteadores da sociologia no Ensino Médio : o estranhamento e a desnaturalização. O estranhamento diz respeito ao fato de as situações cotidianas passarem despercebidas aos nossos olhos, devemos ter sempre um “olhar de estranhamento” para as situações, devemos sempre questionar. A desnaturalização diz respeito ao fato de “deixar de ser natural”. A sociologia tem como principio fazer com que paramos de olhar as coisas como naturais, devemos questionar o que foi, o que é e o que será.

  49. Simone A. Rodrigues disse:

    Os principais temas a serem abordados pela Sociologia no Ensino Médio devem ser a desnaturalização e o estranhamento, pois cabe a Sociologia desconstruir a visão automática e já engessada que as pessoas têm das coisas e de alguns fatos. Ao causar estrranhamento, aquilo que sempre foi visto de uma forma simples passa a ser visto com um olhar mais crítico. Os alunos precisam ver o outro lado dos fatos ou os outros lados e aprender a questionar a importância e a validade daquilo que lhes é colocado como certeza inquestionável.

  50. Júlia Neves Ferreira disse:

    A Sociologia no Ensino Médio é trabalhada com a intenção de despertar nos indivíduos o interesse sobre a organização e o funcionamento da sociedade capitalista, baseando-se nos dois princípios norteadores da organização curricular: o Estranhamento e a Desnaturalização. O estranhamento consiste em ter sempre diante da realidade uma posição de distanciamento, de certo estranhamento que nos permita questionar o porquê das coisas. Já o ramo da desnaturalização implica em não tornar os acontecimentos da natureza, da vida, que passam por nós despercebidos, como algo natural ou comum do cotidiano. Diante disso, há vários assuntos que podem ser trabalhados nessas aulas, como fome, meio ambiente, consumismo, educação e temas religiosos, que podem ser abordados dentro do próprio contexto dos alunos permitindo que eles reflitam, superem seus conceitos iniciais e adquiram um olhar crítico sobre os acontecimentos da sociedade e também dos acontecimentos que os cercam.

  51. Adriane Ruis da Silva disse:

    A disciplina de Sociologia no Ensino Médio é uma oportunidade de mostrar aos alunos que podemos encarar a sociedade de maneira mais crítica. Os princípios norteadores da Sociologia deixam claro como o capitalismo aliena as pessoas; o primeiro princípio diz respeito ao estranhamento, ou seja, a não relação do homem com seu próprio trabalho e o segundo é a desnaturalização, ou seja, algo que não é natural. Diante disso é interessante trabalhar com temas do cotidiano dos alunos, como a escola e o trabalho, por exemplo – assuntos que cabe a sociologia investigar a fim de desmitificar o que vemos e aceitamos como natural.

  52. Maísa Gonçalves Lima disse:

    A disciplina de Sociologia no Ensino Médio, deve ser entendida como um instrumento essencial para que o aluno saia da alienação. Através da desnaturalização e do estranhamento o aluno conseguirá entender que a realidade não é o que nos é importo pelo sistema capitalista. O professor deve se apoiar esses dois eixos (desnaturalização e estranhamento) para levar o aluno à prática de questionar a sociedade que vive. Através desses eixos os alunos se sentirão estranhados diante de determinada situação, levando-o a questioná-la. Com esse exercício de constante questionamento o aluno deixa de ver os acontecimentos como naturais e passa ter um olhar mais crítico sobre aquilo.

  53. Luis Henrique dos Santos Barcellos disse:

    Mesmo considerando a intermitência da história da sociologia no Ensino Médio, a presença desta disciplina como parte obrigatória do currículo é indiscutível. Um olhar/pensar sociológico é (ou ao menos deveria ser) indispensável as pessoas, pois a sociologia estuda a sociedade, sua organização, as instituições e processos que envolvem os indivíduos. Uma prática educativa a partir da sociologia busca através de temas que podem ser os mais variados, presentes no cotidiano das pessoas, causar nas pessoas a reflexão sobre os fatos sociais, ou seja, sobre tudo que se passa a sua volta, através de dois princípios norteadores, o estranhamento e a desnaturalização, e notar que esses fatos sociais não estão postos, não são naturais, a necessidade de se distanciar e olhar os fundamentos e modo como se estruturam tais fatos e notar a possibilidade da volatilidade das construções humanas (e sociais) refletindo então sobre a sociedade, sobre a vida.

  54. Natália Diniz Feltrin disse:

    No ensino médio qualquer tema que faz parte do nosso cotidiano pode tornar-se um assunto sociológico. Como por exemplo: a fome, violência, corrupção etc.. De modo que estes estejam interligados a dois princípios norteadores da organização curricular: o estranhamento derivado do campo na filosofia que nos proporcionar ter um distanciamento( estranhamento) da realidade e a desnaturalização que nos implica em não acreditar que tudo é natural, possibilitando questionar porque algo era de um jeito e agora é de outro.
    A sociologia no curriculum do ensino Médio é muito importante, pois proporciona os alunos olharem a realidade com um olhar mais crítico e não aceitar as coisas que são impostas pelo nosso sistema como algo natural.

  55. Cristiane Lilian Ferreira da Silva disse:

    Há certo tempo atrás, durante minha adolescência, eu acreditava que estudar história me proporcionaria o entendimento da sociedade atual. Sempre ansiei por entender o mundo em que vivemos. Eu não tive Sociologia como disciplina do Ensino Médio. Na verdade nem sabia que ela existia até pouco tempo atrás. Hoje entendo a importância que ela tem na formação de pessoas realmente conscientes dos sistema em que vivem. A Sociologia nos faz entender o mundo agora. Seus motivos, sua base e sua conjuntura. Como minha colega Natália Diniz citou, qualquer tema que perpasse o cotidiano das relações sociais são dignos de serem discutidos em Sociologia (afinal é para isso que ela serve, ou deveria…). Contudo o ponto que me incomoda diuturnamente tem relação com o consumismo. Nossa sociedade está calcada nele, e por ele e pra ele vive. Creio que discutir o consumismo é se atentar para nossa rotina atual: acordar, alimentar-se, estudar, trabalhar, etc.. Tudo acaba se voltando para o consumo de alguma forma. Colocar isto em pauta seria dar a chance de muitos adolescentes passarem a enxergar o quão escravizados estão ao se restringirem à marcas e tecnologias variadas. Vivemos para acumular, adoecemos por acumular… e passamos pela vida sem perceber e sem modificar isto.

  56. Amanda Vivan disse:

    É de fundamental importância a presença da disciplina Sociologia na educação escolar para que o indivíduo em formação tenha conhecimento de como a nossa sociedade foi e está organizada. Para que possamos compreender a sociedade, é necessário que tenhamos uma visão crítica e consciente dos fatos sociais e a Sociologia presente no currículo do Ensino Médio, pautada nos princípios do estranhamento e desnaturalização, proporciona uma postura mais crítica e mais racional sobre a realidade, afastando o aluno da visão inculcada pelo senso comum e pelas superestruturas que mascaram os fatos. Acredito que a Sociologia complemente a compreensão dos fatos históricos, da filosofia, enfim, do conhecimento das humanidades. Qualquer assunto que seja um fenômeno social pode ser trabalhado na Sociologia como a ascensão dos grupos neonazistas, a religião, a criminalidade, a imposição dos padrões de beleza, as desigualdades sociais, o preconceito, etc.

  57. Vivian Blanco disse:

    A Sociologia no ensino médio é de fundamental importância para os alunos desenvolverem uma consciência critica sobre a sociedade e através dos princípios do estranhamento e da desnaturalização, permitem fazer reflexões de temas variados do meio social, como as relações políticas, contexto histórico entre outros.

  58. Alan da Silva Marques disse:

    A sociologia como parte integrante do currículo do Ensino Médio tem uma importância peculiar, pois os dois princípios (estranhamento e desnaturalização) são categorias que levam os seres sociais a pensar o cotidiano. Desde os filhos dos donos dos meios de produção até os filhos dos operários temos um movimento dialético quando essas duas categorias são introduzidas em uma reflexão. Esta reflexão pode gerar frutos de revoluções (ou de manter a ordem dependendo da teoria sociológica estudada pelo educando). Enfim, a sociologia é uma área do conhecimento que pensa e problematiza a sociedade. E nós como seres sociais desta mesma sociedade devemos também fazer nossas problematizações. Dar condições para que os jovens do ensino médio tenham acesso a este conhecimento é primordial para a revolução.

  59. A presença da sociologia na educação escolar é de extrema importância, pois no trabalho a ser feito na disciplina traz para os alunos discussões necessárias do nosso cotidiano para a escola, e trabalhos diversos com a sociedade. Uma elaboração que deve ser trabalhada na sociologia, deve ter dois princípios norteadores: princípio do estranhamento e da desnaturalização.
    O princípio do estranhamento faz reflexão das coisas do mundo da natureza que passam despercebidas, que acabam sendo algo do dia a dia, do cotidiano, em que nem tomamos conta, então esse princípio nos mostra que não, que devemos ter uma posição de distanciamento e um certo estranhamento.
    O princípio da desnaturalização acontece de maneira comum no nosso cotidiano, pois ouvimos falar sempre que isso é “natural”, então fazer a pessoa desnaturalizar de determinada forma, fazer pensar, é onde acabamos não aceitando que os fatos são naturais, possibilitando se questionar porque algo se modificou.

  60. Wanessa B. Cardozo disse:

    Diante da sociedade na qual vivemos, temas como política, saúde e educação são de extrema importância para possíveis debates em sala de aula, onde estes devem partir de dois princípios norteadores da organização curricular (estranhamento e desnaturalização); o estranhamento possibilita que o indivíduo analise a realidade com um certo distanciamento e assim possa começar a questionar, já a desnaturalização acontece de maneira comum no nosso cotidiano, onde a sociologia teria a capacidade de desnaturalizar as coisas, ou seja, fazer as pessoas pensarem de uma determinada forma, desmistificando velhos hábitos e vendo que tudo está em constante mudança.
    Diante disso, a sociologia no Ensino Médio fará com que ao alunos tenham um olhar mais crítico sobre a sociedade, fugindo assim do senso comum.

  61. Tainara Rosa Teixeira Leandro disse:

    A disciplina Sociologia é de fundamental importância no Ensino Médio, visto que são adolescentes pensadores e estão formando uma opinião sobre o mundo e essa disciplina tem como um dos objetivos discutir com fundamentos o que acontece na sociedade, por isso todos os temas relativos a mesma pode ser abordado, como o consumo, a violência, a política e outras vertentes. Os dois princípios norteadores da Sociologia deve ser o estranhamento, que o que passa despercebido no cotidiano das pessoas, como rotineiro, devemos nos distanciar da realidade para questionar o porquê das coisas serem assim. E o outro é a desnaturalização, tudo que é visto como natural, é preciso posicionar e desnaturalizar, o que se vê nem sempre foi e será assim, é histórico e social.

  62. Fernanda Janaina Leso disse:

    A Sociologia no ensino médio é fundamental para mostrar para os alunos que as coisas não são postas simplesmente por serem e que através delas há conceitos políticos, sociais, econômicos que dirigem as nossas vidas e País. Isso se dá por meio da desnaturalização e estranhamento que o professor deve promover em seus alunos, por meio de questionamentos da sua realidade. Desta forma, o professor deve encontrar-se preparado para tal orientação, de modo a libertar-se da alienação promovida pelo Estado.

  63. Verbênia Dias Araújo disse:

    É extremamente importante para o indíviduo que está em formação ter presente como disciplina na grade curricular do Ensino Médio, a Sociologia, visto que ela nos faz compreender a sociedade na qual vivemos e contribui para o desenvolvimento do pensamento crítico. Ter o ensino sociológico pautado em dois princípios (desnaturalização e estranhamento) irá beneficiar o aluno, na medida em que irá permitir que ele analise a realidade que o cerca e na qual ele está inserido. Diversos temas podem ser transformados em “temas sociológicos” em sala de aula como a educação, visto que há um grande esvaziamento de sentido em nossos dias nas escolas, a fome, meio ambiente e tantos outros que fazem parte do contexto do alunos. Isso fará também com que a sociologia desenvolva uma formação humana para o educando.

    • Acredito que o papel da Sociologia seja importante assim como o papel da Filosofia e as demais ciências humanas. Escrevo isso no sentido de podermos aproximarmos o que Marilena Chauí fala sobre a atitude filosófica e Marx em seus manuscritos conceitua sobre estramento ou alienação. Acredito que nosso país possui em torno de 70% de analfabetos funcionais. Ir ao banco por exemplo se tornou uma prática social comum, mas que muitos demoram muito tempo porque não sabem lidar com códigos alfanuméricos. Isso nada mais é do que um reflexo da nossa escola.

  64. Carolina Longo disse:

    A sociologia é de extrema importância para os alunos no ensino médio. Esta é uma idade de questionamentos, de formação da personalidade, de formação de valores e essa disciplina traz o conhecimento da sociedade em que vivemos e de vários assuntos cotidianos, que muitas vezes são banalizados e esquecidos, como diferença social, capitalismo, consumo, fome, patrão, empregado, etc. A sociologia é muito importante para a formação do pensamento crítico e do ser social.

  65. Andréia Centurion disse:

    A sociologia exerce um papel importante para a educação dos seres humanos, principalmente no ensino médio, em que os jovens estão com o capitalismo a flor da pele, Com a disciplina de sociologia é possível se despertar da alienação, se tornando uma pessoa crítica. Esse despertar de consciência inicia a partir desses dois princípios sociológicos desnaturalização e estranhamento em que possibilita ao aluno se tornar um ser social, questionador.

  66. Thalita Blanco Penha disse:

    A sociologia é um conteúdo fundamental a todos os indivíduos, daí a importância de que seja ensinada no ensino médio, a obrigatoriedade facilita o acesso desse tão importante integrante da disciplina curricular.
    Os dois princípios norteadores do ensino da sociologia estão no estranhamento e na desnaturalização. No estranhamento o indivíduo é levado a questionar os acontecimentos cotidianos que muitas das vezes são passados despercebidos, já na desnaturalização o indivíduo é levado a questionar tudo aquilo que é levado como natural, que é aceito por ser o natural sem se quer questionar o motivo. A sociologia leva o sujeito além do campo do senso comum, fazendo com que este questione o que está imposto e compreenda o meio social que vive, as questões culturais entre outras coisas.

  67. José Martins disse:

    Vários temas poderiam ser discutidos e trabalhados no âmbito da Sociologia, sendo eles: a violência, o desemprego, a pobreza, a educação, a sexualidade, a religião, a instituição do casamento, o uso da TV, da mídia e das tecnologias de informação, o acesso às redes sociais, a busca e exploração pelo corpo perfeito, a saúde, a exploração do homem pelo homem, etc. De acordo com o vídeo que se refere à disciplina de Sociologia no Ensino Médio, é explicita a necessidade que se dá em conhecer o que é a sociologia logo de início, estabelecendo assim dois princípios que conduzem a sociologia e que a organizam, que são o Princípio do Estranhamento que se pauta na tradição sociológica, ou seja, aquilo que está no nosso dia a dia, mas mesmo assim passa por nós despercebidamente, e que deve ser estudado com outra perspectiva. O outro Principio é o de Desnaturalização, pois sempre estamos nos referindo aos acontecimentos do nosso cotidiano como sendo naturais hoje e depois não mais naturais.

  68. Leila Garbelini Soares disse:

    A Sociologia é uma Ciência de múltiplas interfaces. Dialoga com Ciência Política, com Antropologia, História, Filosofia, Psicologia etc. No entanto, ela possui um fundamento crucial, que a caracteriza, essencialmente: a busca pela compreensão e consequente formação de seres humanos sociais, ou seja, de seres que entendam sua razão de ser dentro do contexto social em que vivem. Para esse alcance da Sociologia, é preciso que existam análises do que se vê, do que se vive, do que se faz e do que se sente. Esse tipo de estudo geral da realidade circundante implica: educação, aquisição de conceito e de representação simbólica, desenvolvimento da inteligência, experimentação, desenvolvimento de sensibilidade artística, em toda sua amplitude, aquisição de consciência política, social, econômica e ideológica; enfim, esse estudo geral implica “formação sociológica”, ou: essa formação sociológica implica estudo geral, não superficialmente, mas analiticamente, tendo em vista que tal formação é de natureza complexa.

  69. Thainá Carmona disse:

    A Sociologia passou a ser considerada uma disciplina obrigatória no currículo do Ensino Médio a partir de 2006. Tal exigência ocorreu devido à percepção que educadores tiveram ao constatar os benefícios que a disciplina oferece aos alunos que trabalham com ela.
    A disciplina de Sociologia foi separada em dois princípios curriculares, o estranhamento e o processo de desnaturalização. O estranhamento é do campo filosofico, que tem o papel de afastar a humanidade da alienação e questioná-lo. E o processo de desnaturalização é desnaturalizar as coisas e fazerem as pessoas pensarem que as coisas “não são” como elas vêem, superando o senso comum.
    A superação do senso comum para um pensamento mais crítico e criteriosa da sociedade é um dos objetivos da sociologia no ensino médio: propiciar aos jovens uma análise criteriosa de situações da sua realidade de modo mais investigativo.

  70. Danielle Oliveira disse:

    A sociologia está ligada com toda área de convívio social. Faz com que o indivíduo tenha a consciência do próprio comportamento e da sociedade como um todo.
    A sociologia se dividiu em dois grandes princípios, que juntos se completam: o estranhamento e a desnaturalização.
    O estranhamento gera o questionamento dos meios sociais. Leva as pessoas “estranhem” as coisas como são, ou seja, a sociedade indaga/não considera normal o senso comum e faz com que o indivíduo venha trazer uma nova concepção dentro do meio. A desnaturalização visa a compreensão de que certos fenômenos sociais não são normais como todos pensam que são, desconstroi o que todos consideram natural.
    Assim, a matéria de sociologia se torna muito importante para a compreensão e reflexão do meio social, resultando em seres críticos e interessados a entender o mundo e a sociedade como um todo; visando sair da zona de conforto e se isentar da alienação.

  71. Tainara Rodrigues disse:

    A Sociologia no Ensino Médio tem o objetivo de apresentar estudos acerca da sociedade, o que cabe ao professor manejá-la de forma a instigar, em seus alunos, formação crítica acerca do mundo em que vivem e as regras que o regem, de modo a lhes causar duas relações relevantes para o início de uma mudança sócio histórica, que é a de “estranhamento e desnaturalização”, já que o estranhamento está pautado no reconhecimento da diferença entre o que acontece na sociedade e o que realmente isto significa, em que há a exposição da crítica e não aceitação; e a desnaturalização, que está aliada ao estranhamento, pois nesse processo, os fatos que são naturalizados por fazerem parte da rotina de uma sociedade, neste momento passam a serem criticados e desnaturalizados pelo indivíduo.

  72. Aline Stelzer disse:

    O capitalismo aliena o homem, e com a sociologia o homem desenvolve um olhar mais critico,possibilitando-o deixar o estranhamento e sair da alienação, a disciplina de sociologia no Ensino Médio possibilita ao aluno compreender as imposições do capitalismo, um dos tema interessantes é o trabalho, para que o aluno entenda a diferença entre trabalho e trabalho alienado. O estudo da sociologia contribui para a humanidade deixar seu estado de alienação.

  73. Ana Cláudia de Oliveira Pereira disse:

    A sociologia mostra aos alunos o princípio do estranhamento que é quando nós deixamos passar as coisas da vida e não percebemo-las passando. Mas não podemos agir assim. Devemos ter uma posição de distanciamento e questionar “porque isso é assim e não desse outro jeito?”.
    O outro princípio é o da desnaturalização que é quando a sociologia mostra que algo não será do mesmo jeito sempre, deixando de lado a frase tão comum “isso é natural”.
    Devido à importância da sociologia na nossa vida, já que ela nos leva a refletir as coisas que passam despercebidas por nós e nos ajuda a desnaturalizar situações ruins que se tornaram naturais, sugiro alguns temas que podem ajudar na reflexão e crescimento dos alunos como: meio ambiente, preconceito, diferença de classes, política, entre outros.

  74. Bruna Fernandes disse:

    A sociologia é uma ciência que estuda o comportamento humano em sociedade. As ações sociais, interações sociais e as mudanças sociais, têm dois princípios epistemológicos, o estranhamento e a desnaturalização. O primeiro, onde as coisas do mundo, da natureza e da vida passam por nós despercebidas. E o segundo que revela que nada pode ser despercebido, que não podemos dizer que algo é natural sem refletirmos como foi antes.
    A posição do professor de sociologia no ensino médio deve estimular o estranhamento e desnaturalização dos fenômenos sociais. De fato, a sociologia busca problematizar as situações sociais tidas por naturais ou espontâneas e pretende estranhar o que se apresenta como comum e banal. Por exemplo, não é possível aceitar as mortes no trânsito, o desemprego, a miséria e guerras como fenômenos naturais e normais. A realidade social é como é, porque os homens assim a fizeram. Cotidianamente os fenômenos sociais apresentam uma aparência de naturalidade. Normalmente as pessoas não percebem seus hábitos, costumes, gostos, preferências, como frutos de trama social que pouco á pouco são internalizados pelos indivíduos. Alguns temas que podem ser trabalhados no ensino médio: A violência, a fome, preconceito, política, meio ambiente, entre outros.

  75. Ana Paula Nunes Borges disse:

    A sociologia possui uma importância impar na construção de um novo mundo e no Ensino Médio ela tem o papel de aguçar a vontade do aluno a conhecer novas ideias, novas perspectivas do ser e da sociedade. Desmistificar ideologias e despertar o pensamento crítico no aluno é algo a ser tratado pelos professores de sociologia em sala de aula, desnaturalizar essas ideologias é o próximo processo, pois é ai que o individuo vai perceber que através da sociologia ele está entendendo que as coisas não podem ser sempre do mesmo jeito, intactas, sem poderem ser mudadas.

  76. Thailene disse:

    De acordo com o vídeo percebe-se que a Sociologia está pautada em dois princípios: de Estranhamento e Desnaturalização.
    Devemos trabalhar com assuntos que a Sociologia possa investigar, seja da natureza humana, biológica e social, para que assim possamos refletir de forma consciente o que acontece no mundo.
    A Sociologia tem a função de ajudar os indivíduos a entender a sociedade e como é o seu funcionamento, nos proporcionando a reflexão sobre acontecimentos que envolvem toda sociedade.
    Considero “o consumismo” um assunto de grande importância para ser investigado e refletido nas aulas de Sociologia, principalmente no Ensino Médio.

  77. Ariana Vaz Teixeira disse:

    Bom dia a todos!

    Antes de responder a questão proposta pelo professor Fábio “Quais os principais “temas” que podem ser transformados em “temas sociológicos?”, é imperativo que se traga a luz alguns pontos do que é o estudo da Sociologia, do meu ponto de vista. Considero a Sociologia uma ciência que estuda um determinado recorte de tempo, e dentro desse espaço analisa os fenômenos sociais que dele fazem parte, a análise da organização social é o objeto principal de estudo. Temos também como ponto focal a questão da desnaturalização (nada é imutável tudo tende a transformação) e do estranhamento que permeiam as discussões sociais. Vemos pelo prisma da Sociologia, entre os outros temas, que o individuo não tem autonomia sobre suas escolhas e que elas são feitas pela influência do tempo em que vive (sociedade), sendo assim a responsabilidade não pode ser do individuo, a responsabilidade é social e não individual.
    Respondendo a questão proposta, um assunto que pode ser “um tema sociológico” é a questão do fenômeno social do consumismo desenfreado, da exaltação exacerbada da beleza, um que eu gostaria de vivenciar uma discussão mais detalhada é do acesso à informação – pois nunca se teve tanta informação com tão pouco conhecimento. E por último a questão do anestesiamento social – a falta de empatia, a naturalização do violência e a bondade seletiva.
    Esses temas deveriam ser abordados no Ensino Médio, pois são temas importantes para a formação da criticidade do individuo.

    Att,

    Ariana

  78. Hellen I. da Silva disse:

    De acordo com o vídeo, os principais temas que podem ser transformados em temas sociológicos está pautado em dois princípios: O estranhamento, que são as coisas do mundo e da natureza, ou seja, coisas que passam por nós despercebido e a desnaturalização, que significa não tornar naturais coisas que pensamos ser. Entende-se que a sociologia tem a função de compreender a sociedade e o seu funcionamento, ou seja, analisa os fenômenos sociais, portanto, é importante trabalhar a sociologia do ensino médio em cima de assuntos da natureza humana, biológica e social, para fazer com que ocorra uma reflexão sobre o que acontece no mundo. Dessa forma, a sociologia no ensino médio permite que a partir dela os alunos tenham maior oportunidade de fazer análises críticas e refletir sobre a sociedade, caminhando para o seu maior desenvolvimento.

  79. mariele ananias disse:

    A Sociologia é uma disciplina muito importante para a formação pessoal do aluno. É através dela e com a ajuda do professor, que o aluno consegue formar as suas opiniões criticas sobre a sociedade e os assunto que a norteiam. É nesta disciplina que o aluno vai entrar em conflito com ele mesmo e também com o outro. Muitas questões podem ser tratadas como temas sociológicos, como por exemplo, a busca incessante pela beleza que permeia o imaginário da grande maioria das mulheres, a busca ideal de um padrão de beleza, que é estabelecido pela mídia e que afeta inclusive, as crianças. O consumismo exacerbado do homem e a sua ganância em sempre querer mais, algo que é perpetuado entre as mídias sociais e que já se faz presente na vida das crianças desde muito cedo. Enfim, são questões de grande importância para a nossa vida e que deveriam ser melhor trabalhadas, seja na escola, seja dentro de casa, para que assim possamos atingir o pleno desenvolvimento do ser humano.

  80. Marcos Sena disse:

    O papel do sociólogo é submetido a entender a sociedade e como ela funciona, respeitando suas diferenças e desprovidos de preconceitos que permeiam na sociedade, é papel do sociólogo também a quebra desses preconceitos. Portanto a disciplina “sociologia” é muito importante para a construção de um novo mundo, começando pelas escolas, até chegar nas universidades. A formação do aluno deve instigada pelo professor, criando neles um pensamento critico e questionador.

  81. Jéssica Camacho disse:

    A sociologia é a ciência que estuda a reflexão sobre os acontecimentos que envolvem toda a sociedade. Ela possui dois princípios: O estranhamento e a desnaturalização.
    O estranhamento é o ato de estranhar no sentido de admiração, de espanto diante de algo que não se conhece ou que não se espera, são os fenômenos sociais e as coisas que acontecem que levam o indivíduo a assumir uma posição. A desnaturalização, remete as pessoas a manifestarem o entendimento de que os fenômenos sociais são de origem natural, e, não, que os tais fenômenos são constituídos socialmente e resultam as relações sociais.

  82. Jéssica Camacho disse:

    A sociologia é a ciência que estuda a reflexão sobre os acontecimentos que envolvem toda a sociedade. Ela possui dois princípios: O estranhamento e a desnaturalização.
    O estranhamento é o ato de estranhar no sentido de admiração, de espanto diante de algo que não se conhece ou que não se espera, são os fenômenos sociais e as coisas que acontecem que levam o indivíduo a assumir uma posição. A desnaturalização, remete as pessoas a manifestarem o entendimento de que os fenômenos sociais são de origem natural, e, não, que os tais fenômenos são constituídos socialmente e resultariam as relações sociais.

  83. Natalia Regina disse:

    A disciplina de sociologia é de extrema importância no cotidiano escolar, pois cada vez mais as pessoas estão se tornando mais alienadas. Essa disciplina vem para fazer com que o indivíduo passe a desnaturalizar o que não é natural, e estranhar as coisas. A sociologia vem com o objetivo de fazer com que as pessoas busque entender a sociedade em que vivemos. Essas aulas podem propiciar discussões e reflexões sobre alguns temas que estão presentes em nossa sociedade, como: o racismo, sexualidade, violência doméstica, pedofilia, drogas, etc.
    A sociologia não é apenas útil, mas sim necessária para formar cidadão consciente.

  84. Lara Ribeiro disse:

    Os principais “temas” que devem ser trabalhados como “temas sociológicos” são o estranhamento e a desnaturalização. O primeiro tendo como função principal fazer o aluno questionar a realidade em que vive; e o segundo fazer com que deixe de ver como natural algo que é imposto pela sociedade. Dentro destes dois tópico devem sem trabalhados temas atuais, que estejam dentro da realidade dos alunos para que estes se tornem indivíduos mais críticos, como, por exemplo, preconceito, violência, drogas, pedofilia, sexualidade, consumismo, etc.

  85. Natália Birolim disse:

    A sociologia pode ser considerada a arte de se pensar na sociedade, antes ela não era posta como algo necessário aos alunos do ensino médio, entretanto hoje é vista como algo necessário e portanto obrigatório de se ser ensinado. Dois temas que são importantes de serem tratados na sociologia como temas sociológicos seriam os dos processos de estranhamento e de desnaturalização da realidade em sociedade. O estranhamento seria o ato de estranhar algo, e portanto, o ato de achar algo diferente, de não se estar acostumado a algo, o ato de se surpreender com algo diferente. Sendo esse ato de se entranhar as coisas necessário para se passar além do senso comum, entendo os fatos em sua verdadeira essência, buscando-se entender e questionar o diferente, e não aceitar como sendo algo que é de um jeito e só pode ser desse jeito. Já a desnaturalização, consiste no fato de não ser aceito que as coisas sociais são naturais,pois a sociedade entende os fenômenos sociais como sendo de ordem natural, aceitando-aos como são, iludindo-se achando que não é possível mudá-los e portanto contentando-se com isso. Portanto, a desnaturalização consiste na ideia de não aceitar os fenômenos sociais como sendo de ordem natural.

  86. Mariana Malzyner disse:

    A Sociologia é a possibilidade de tirar um aluno do ensino médio da alienação. Desde o nosso princípio na instituição escolar, somos induzidos a aceitar todos os abusos e absurdos impostos de forma natural. A desnaturalização e o estranhamento dos fatos nos faz parar para realmente refletir as questões à nossa volta. O estudo da sociedade abre nossos olhos para enxergarmos como realmente a sociedade está organizada, como está a “cadeia social” e para qual parte dessa cadeia serviremos de alimento. O aluno do ensino médio tem discernimento para compreender as questões sociais. Por esse motivo essa matéria é fundamental.

  87. Denis MAciel disse:

    Ao decorrer dos anos, a sociedade, atual capitalista, foi se desenvolvendo levando os indivíduos a se distanciar da realidade e a naturalizar os fatos sociais do cotidiano. A sociologia, atrelada a educação, vem neste âmbito levar o individuo a sair de sua zona de conforto pelo estranhamento e a desnaturalização, ao tratar de assuntos de ordem pública e que mais afetam ou afastam os diferentes indivíduos do convívio social, dentre estes, a violência, o preconceito, racismo, consumismo, alienação, fetichismo, entre outros assuntos, tratando-os como resultados de uma ação social e não mais como um fenômeno natural. Sendo assim, esta disciplina e o bom conduzimento do professor, pode levar o individuo a compreender e refletir as formas de organização e interações na nossa sociedade, desenvolvendo uma ação mais consciente nesta. Portanto, o pensamento sociológico consciente é de estrema importância para a formação plena de um individuo, fazendo com este possa se inserir e atuar de forma ativa na sociedade, e sendo a escola atualmente o lugar onde se abre espaços para esta discussões, delega a esta um a papel fundamental na formação da consciência social.

  88. Franciny Gomes disse:

    De acordo com o estudado no primeiro módulo da disciplina, cabe à sociologia ensinar e fazer com que o individuo, mais especificamente o aluno, compreenda e reflita sobre a sociedade em que está inserido.
    Desde o ensino médio é proporcionado o contato com essa área do conhecimento, mas pelo que vemos e convivemos, ainda que com certa superficialidade. São ensinados apenas os conceitos básicos, biografias dos sociólogos de renomes e nada mais (o que eu estudei no ensino médio).
    Pelos documentários assistidos e discutidos em aula, a sociologia relacionada então com a educação deve trazer ao aluno sua verdadeira proposta: refletir e proporcionar, através de seus princípios de estranhamento e desnaturalização, a crítica e um olhar diferente sobre a sociedade em que vive, pois cabe ao estranhamento fazer com que o indivíduo tenha um olhar diferenciado sobre os fenômenos e organização social e assim desnaturalize tais “coisas” que até então lhe pareciam ser naturais, uma vez que tudo tem um porque, nada é por acaso.
    Na escola de educação básica a disciplina pode ser trabalhada conjuntamente às outras áreas do conhecimento, abrindo assim um “leque” para se compreender melhor a nossa realidade atual, refletindo assim sobre diversos temas que podem se revertidos em temas de análise sociológico, como por exemplo, o meio ambiente, a geopolítica, epidemias, entre outros.

  89. Hugo Bastos disse:

    Antes de se verificar temas que podem ser transformados em temas sociológicos, há de se verificar a boa compreensão e exercício de algumas noções bastante pertinentes e básicas à sociologia, como o conceito de desnaturalização e o principio de estranhamento, por exemplo. Formulando no individuo um olhar mais apurado e capacitado nas investigações de fatos da natureza humana e social. E a partir deste ponto, o próprio grupo constitui sua base norteadora do que deve ser investigado naquele momento na sociedade na qual atua e em que está inserido.

  90. Tainara Brandão Gonçalves disse:

    Entender a realidade cotidiana através da sociologia, no ensino médio vários assuntos ou conflitos sociais podem virar temas através da sociologia pode se entender as diferentes maneiras de pensar o mundo contemporâneo e as relações sociais ou seja a realidade que esta dada fazendo recortes de um determinado período de tempo e o estudando,analisando fenômenos sociais, a organização social de grupos de pessoas,através de discussões a sociologia terá o papel de desnaturalizar o pensamento a respeito de coisas que o homem coloca na sociedade como natural por exemplo o racismo,violência verbal,sexual,contra a mulher as desigualdades sociais e através de reflexões conscientes sera possível despertar o pensamento critico e deixar de ser alienado a cerca os fenômenos sociais.

  91. Daiane Correa disse:

    A Sociologia no Ensino Médio tem suma impotância para a formação do social do aluno.
    Acredito que são temas interessantes para serem transformados em temas sociológicos para serem discutidos em sala: o consumismo, os padrões de beleza impostos pela sociedade, a alienação, entre outros. Todos esse conceitos possibilitam ao aluno refletir e questionar a soiedade em que vive. Desta forma a Sociologia tende a contribuir para a formação crítica do aluno, fora do senso comum.

  92. Daiane Correa disse:

    A Sociologia no Ensio Médio tem suma impotância para a formação social do aluno.
    Acredito que são temas interessantes para serem transformados em temas sociológicos, a serem discutidos em sala: o consumismo, os padrões de beleza impostos pela sociedade, a alienação, entre outros. Todos esse conceitos possibilitam ao aluno refletir e questionar a soiedade em que vive. Desta forma a Sociologia tende a contribuir para a formação crítica do aluno, fora do senso comum.

    Responder

  93. Camila disse:

    A disciplina de sociologia é de grande importância para formação reflexiva e crítica dos alunos. Pois tem a função de esclarecer os acontecimentos e a organização social como construção humana. Ou seja, o sistema que vivemos parece natural porque ele está posto desde que nos recordamos, mas, na verdade, tudo foi feito pelo homem e do mesmo modo que essa sociedade foi organizada pelo homem, ela pode ser modificada pelo mesmo. Pensando desta forma, muitos temas podem ser abordados, pois tudo passa pelas relações sociais estabelecidas pelo capitalismo, alguns exemplos de temas são: individualismo, competitividade, preconceitos, entre vários outros.

  94. Letícia disse:

    A disciplina de Sociologia no ensino médio tem como objetivo oferecer um discurso científico aos alunos por meio das pesquisas sociológicas, ou seja, oferecer o acesso ao conhecimento científico, assim, auxiliando no desenvolvimento do pensamento racional e do senso crítico deles. Os princípios que norteiam tal desenvolvimento são o estranhamento, ou seja, distanciar-se da realidade e analisá-la de maneira estranha à realidade que é vista (imposta) pela sociedade; e o princípio da desnaturalização, que consiste na análise dos fenômenos políticos, sociais e econômicos como não sendo naturais, e sim analisando-os como fenômenos históricos que modificam-se/adaptam-se de acordo com o momento e local histórico, assim, torna-se necessário o distanciamento da realidade e a desnaturalização desta para que se possa estudar e compreender cientificamente e sociologicamente a sociedade.
    Baseando-se nesses princípios para o desenvolvimento do aluno do ensino médio, pode-se pensar em temas do cotidiano e do interesse dos alunos, como a violência – dentro e fora da escola-, as mídias sociais e as tecnologias, o consumismo, e a própria educação escolar, como instrumento de manutenção do capitalismo e das diferenças das classes sociais.

  95. Talita de Castro Pietrobon disse:

    A Sociologia é muito importante para a vida dos adolescentes, principalmente com a situação que nosso país se encontra hoje, eles precisam se reconhecer como cidadãos e que o papel deles na sociedade é de suma importância. Apresentar temas que englobem os princípios de estranhamento e de desnaturalização os ajudaria a sair desse mundinho em que eles vivem, consumista, egocêntrico e cruel para com o próximo. -Torná-los mais críticos, mais realistas e não deixar que eles sejam enganados por qualquer promessa ideológica sem fundamento.

  96. Letícia Naves Zampieri disse:

    A disciplina de Sociologia no ensino médio tem como objetivo oferecer um discurso científico aos alunos por meio das pesquisas sociológicas, ou seja, oferecer o acesso ao conhecimento científico, assim, auxiliando no desenvolvimento do pensamento racional e do senso crítico deles. Os princípios que norteiam tal desenvolvimento são o estranhamento, ou seja, distanciar-se da realidade e analisá-la de maneira estranha à realidade que é vista (imposta) pela sociedade; e o principio da desnaturalização, que consiste na análise dos fenômenos políticos, sociais e econômicos como não sendo naturais, e sim analisando-os como fenômenos históricos que modificam-se/adaptam-se de acordo com o momento e local histórico, assim, torna-se necessário o distanciamento da realidade e a desnaturalização desta para que se possa estudar e compreender cientificamente e sociologicamente a sociedade.
    Baseando-se nesses princípios para o desenvolvimento do aluno do ensino médio, pode-se pensar em temas do cotidiano e do interesse dos alunos, como a violência – até mesmo dentro da escola-, as mídias sociais e as tecnologias, o consumismo, e a própria educação escolar, como instrumento de manutenção do capitalismo e das diferenças das classes sociais.

  97. Tainara Brandão Gonçalves disse:

    Entender a realidade cotidiana através da sociologia, no ensino médio vários assuntos ou conflitos sociais podem virar temas através da sociologia pode se entender as diferentes maneiras de pensar o mundo contemporâneo e as relações sociais ou seja a realidade que esta dada fazendo recortes de um determinado período de tempo e o estudando,analisando fenômenos sociais, a organização social de grupos de pessoas,através de discussões a sociologia terá o papel de desnaturalizar o pensamento a respeito de coisas que o homem coloca na sociedade como natural por exemplo o racismo,violência verbal,sexual,contra a mulher as desigualdades sociais e através de reflexões conscientes sera possível despertar o pensamento critico e deixar de ser alienado a cerca os fenômenos sociais.

  98. Alessandra Orsi disse:

    Acho de suma importância a Sociologia no Ensino Médio; No meu tempo de escola, não tínhamos divisão de disciplina, matemática, era matemática, e não álgebra, geometria, português era português, e não gramatica e literatura, redação nem pensar, sociologia e filosofia, nunca. hoje vejo no colégio que trabalho os alunos da 2ª série, como os mesmos temas que estamos discutindo, então fico pensando, se eu também tivesse tido essa mesma oportunidade, não ficaria tão perdida nas discussões e aula. os assuntos podem ser variados, pois estão sempre atentos a tudo, e as percepções são muito rápidas, e as discussões se desenvolvem na mesma velocidade, com uma contribuição sociológica na vida desse aluno que fara uma grande diferença para a formação do carácter de um ser social.
    Os assuntos podem ser variados, e se for algo relacionada a mídia, e suas tecnologias, podem viajar, mas sempre voltando a realidade da violência, do racismo, da diferença, e das divisões de classes mantida pelo capitalismo.

  99. Adriele Freitas Batista disse:

    A disciplina de Sociologia tem a finalidade de apresentar aos estudantes concepções diferente ou não daquelas conhecidas por eles. Ao apresentar em sala de aula novas perspectivas, o professor, gradualmente, dá espaço e elementos que ampliam o conhecimento do aluno, além de impulsionar o senso reflexivo e crítico do mesmo. Sendo assim é de suma relevância a disciplina de Sociologia no currículo do aprendiz, na qual, através de conhecimentos científicos, entenderão as relações existentes entre os indivíduos que compõem a sociedade. Desse modo o professor deve, no ato de ensinar, proporcionar aos alunos o distanciamento e a desnaturalização de elementos coercitivos a eles.

  100. Diana de Castro disse:

    A sociologia tem por característica a reflexão e analise da sociedade e de seus fenômenos. Ancorada em uma analise social, filosófica e histórica da sociedade, com diferentes autores e visões, a sociológica ajuda a compreender e a analisar a realidade que está colocada. A sociologia no ensino médio pode ajudar o aluno, inserido nos mais diversos fenômenos histórico sociais, a compreender e analisar a sociedade.
    Os tópicos que orientam o trabalho no ensino médio, segundo o vídeo, são: o principio da desnaturalização (que ocorre pelo fato de observarmos um fenômeno social como natural, necessitando uma desnaturalização e um entendimento que tal fato é, também, construção do homem) e o principio do estranhamento (que consistem em distanciar-se da realidade e analisá-la, uma vez que está se torna natural). Conceitos que, ao meu ver, são também interessantes de serem trabalhados no ensino médio são a alienação o fetichismo da mercadoria.
    Por fim, o ensino de sociologia no ensino médio pode contribuir, se bem executada, abrindo o espaço para o debate e para a discussão da realidade social local dos alunos, para um maior entendimento e analise critica de tal realidade descolada do senso comum

  101. Nayara Nunes Ferreira disse:

    A disciplina de Sociologia no Ensino Médio, é instrumento essencial para que o aluno saia da alienação. A Sociologia, proporciona ao aluno um olhar e um pensar sociológico, através de temas do seu cotidiano e da sociedade atual, causando uma reflexão sobre os fatos sociais. O professor deve apoiar-se na desnaturalização e no estranhamento, levando o aluno a questionar a sociedade em que está inserido. A desnaturalização permite que um fato que observamos como fenômeno social seja entendido como algo natural, e o estranhamento permite que nos afastemos da realidade para que possamos analisá-la. Assim o aluno poderá refletir de modo crítico sobre diversos temas do seu cotidiano.

  102. Beatriz Vale disse:

    A sociologia, como tendo papel de estudar a sociedade e suas relações no geral, desempenha a função de estimular o senso crítico do indivíduo. Como disciplina obrigatória no ensino médio, conduz o aluno a indagar as mais variadas questões sociais (fome, desigualdade social, degradação ambiental, religião, política) e compreender seu papel na sociedade, sustentando-se na desnaturalização e no estranhamento. Considero de extrema importância que o aluno tenha a oportunidade de refletir sobre os referidos temas ainda no ensino médio, pois estará sendo estimulado a questionar o mundo e definir sua trajetória de maneira crítica antes de adentrar na universidade e consequentemente no mercado de trabalho, o que determinará o percurso do resto de sua vida.

  103. Poatan Pinoti disse:

    Atualmente colocada como disciplina obrigatória no Ensino Médio, a Sociologia – ciência que estuda as relações entre humanos numa determinada sociedade, procurando analisar seus comportamentos perante situações diárias – tem como objetivo de ensino/aprendizagem a problematização dos fenômenos sociais, a partir do Estranhamento e da Desnaturalização desses fatos. Esses princípios epistemológicos e norteadores são a base para as discussões sociológicas, as quais, visando uma maior aproximação dos alunos com a disciplina, devem pautar-se, ao meu ponto de vista, em temas atuais.
    Buscando sua etimologia, Tema, do latim “Thema”, refere-se ao assunto principal a ser tratado. Dentro da disciplina de sociologia, embora sejam necessárias as discussões das teorias e conceitos de sociólogos como Marx, Durkheim, Weber, entre outros, estes devem permear os Temas Sociológicos, os quais podem ser escolhidos pelo educador a partir de contextos históricos atuais dentre diversas categorias – política, saúde, natureza, ciência, economia, religião, artes… Uma proposta de aula como essa, faz com que a sociologia não se limite ao seu auto-estudo e se integralize as outras disciplinas curriculares. Além disso, discussões e problematizações, permitem e incentivam o discente a sair da inércia dos seus pontos de vista, seu senso comum, em relação aos fatos sociais.

  104. Maria Clara S. Alvarenga disse:

    A presença da sociologia na grade curricular do ensino médio é de extrema importância para o desenvolvimento dos alunos enquanto indivíduos pensantes e agentes de mudança, uma vez que, por meio do estranhamento e da desnaturalização, a sociologia estimula o pensamento crítico dos alunos, fazendo com que possam observar a realidade na qual estão inseridos de um outro ponto de vista, questionando o senso-comum e permitindo que se desenvolvam enquanto indivíduos.

  105. Sofia Lacerda disse:

    Através da disciplina de Sociologia no Ensino Médio o professor terá uma grande responsabilidade de ensino ao levar para os alunos temas que não serão apenas apresentados, mas sim aprendidos, discutidos, levando à reflexões e contradições dos conhecimentos anteriores trazidos por seus alunos. Assim, o objetivo central da disciplina é propiciar um ambiente teórico e histórico que ofereça aos alunos saírem de seus pensamentos rasos e centralizados apenas em si e seu particular, para que consigam desenvolver o pensamento crítico-reflexivo e compreender a Sociologia e seu estudo de maneira abrangente e socialmente coletiva.
    Segundo o vídeo, o professor precisa ensinar “tópicos” de conceitos essenciais para que essa mudança interior ocorra em cada aluno, sendo eles: o princípio da desnaturalização (compreensão que não é natural como a gravidade, mas sim uma construção humana) e o princípio do estranhamento (distanciar-se da realidade e analisá-la criticamente) objetivando compreender que a sociedade por ser construção humana, possui fenômenos históricos que não podem ser esquecidos ou recortados apenas para compreensão, mas sim para reflexão, uma vez que cada grupo social possui suas particularidades – fatos sociais – que também se unem/influenciam/modificam outros grupos em sua totalidade, tornando assim, necessário o distanciamento da realidade e a desnaturalização desta para que se possa estudar e compreender cientificamente e sociologicamente a sociedade como um todo e em seus variados temas.

  106. Temas da tradição: elementos das ciências socias, instituições e coerção social (escola, religião, família), cultura (diversidade, apropriação), divisão do trabalho (sociedade de classe e desigualdade, distribuição da riqueza), poder (ideologia, estado, representação e opressão, direito, verdade), educação (conceito amplo), origem da sociologia.

    Temas emergentes: sexualidade, bulling, minorias e democracia, movimentos sociais (movimentos agrários do Brasil, movimentos estudantis), crise hidrica em São Paulo e privatização da água, ditadura civil-militar de 1964 no Brasil, neo-desenvolvimentismo (na Argentina e no Brasil), analfabetismo funcional etc.

    Os temas emergentes são aqueles expostos em jornais e revistas (como a “Sociologia, Ciência e Vida”, que aparece no topo da página), e exige atualização constante dos professores, enquanato os temas de tradição são facilmente encontrado sem livros da área.

    No entanto, o critério para seleção dos temas, que aparecem com frequência em materiais didáticos voltados para o colegial elaborados por cientistas sociais, provavelmente são escolhidos pela forma com que a educação é vista dentro da sociologia, levando em conta que um das fatores que contibuiu para a educação das massas foi o “desejo de ruptura das barreiras sociais e promoção dos ideias democráticos” (BOUDON; BNOURRICAUD, 2000, p. 85), que provavelmente nasceu de reflexões dos autores clássicos da sociologia tais como:
    a) para Durkheim a educação é o processo no qual o meio social molda a criança;
    b) para Marx a divisão do trabalho na sociedade industrial européia define as atividades que a pessoa exercerá por toda a vida e disso Engels cocnlui que o trabalho define a educação que cada um poderá receber;
    c) para Engels a burguesia deseja educara as massas para trabalhara para si;
    d) para Weber as instituições educacionais e suas características nascem de uma necessidade presente na sociedade moderna;

  107. Thaís Tamaoki Figueiredo disse:

    Como ciência que estuda a sociedade em seu tempo presente, existem milhões de abordagens que podem ser feitas em uma aula de sociologia, como a discussão de programas de televisão, os ritmos musicais mais populares do momento e sua influência na sociedade, movimentos sociais atuais como, atualmente, o levante dos secundaristas contra a reorganização escolar do governo Alckmin, exclusões sociais como o genocídio da juventude negra que ocorre atualmente no Brasil ou os fenômenos conhecidos como “rolezinhos”, quando jovens de classes da periferia foram proibidos de frequentar shopping centers. Enfim, a Sociologia pode partir da vida dos estudantes e portanto transformar-se num estudo prático e estimulante.

  108. Beatriz Marques Zanuto disse:

    O ensino de Sociologia é uma importante ferramenta para remover o aluno do estado de alienação social consequência da atividade capitalista. Tanto a desnaturalização quanto o estranhamento, servem de âncoras para os docentes promoverem os questionamentos e os pensamentos sociais em cada sujeito. Ou seja, a sociologia desenvolve uma visão social crítica. O professor pode trabalhar uma gama de assuntos como as questões de geopolítica, terrorismo, preconceitos, enfim, qualquer tema que contribua para a formação de um pensamento fora do sensu comum.

  109. Ester Paula disse:

    A sociologia tem um papel importante no desenvolvimento intelectual dos alunos, um vez que tira-os do senso comum através do estranhamento e da desnaturalização dos acontecimento em sociedade.
    Estranhar, portanto, é não se conformar e não aceitar o que é imposto pela sociedade capitalista, assim o estranhamento traz um incômodo que pede reflexão e questionamento frente às respostas trazidas pelo senso comum.
    Desnaturalizar, por sua vez, é compreender que fenômenos, que se parecem naturais no nosso cotidiano, são historicamente produzidos e são resultados de relação sociais.
    Assim, o objetivo da sociologia está em construir nos alunos um pensamento crítico e criterioso sobre a sociedades em que vivem, e uma capacidade de análise dos acontecimentos que os cercam.

  110. Giovanna Alves disse:

    A presença da Sociologia nas escolas é de suma importância, pois por meio dessa ciência é possível promover reflexões, senso crítico e pensar soluções para as problemáticas presentes em nossa sociedade. Despertar o interesse e possibilitar a compreensão do aluno acerca da organização da sociedade e as relações sociais que são tecidas em uma sociedade é fundamental para que os princípios de Desnaturalização e de Estranhamento sejam despertados. Somente assim, os indivíduos poderão pensar e refletir sobre as coisas do mundo e desnaturalizá-las, compreendendo as relações sociais que acontecem sobre todas coisas.

  111. Amanda Pinheiro Martinelli disse:

    A Sociologia, assim como a Filosofia, são de extrema importância para que tornemos nossos alunos reflexivos. Alguns dos temas que poderiam ser abordados poderiam ser o terrorismo, bullying,politica, dentre outro temas que fazem parte da sociedade e principalmente das relações sociais existentes.
    Deve-se, portanto, nas aulas de sociologia promovera desnaturalização do ponto de vista do senso comum e promover a discussão, para que com o estranhamento causado pelos diversos pontos de vista, o aluno consiga formar o seu.

  112. Carolina Campos dos Santos disse:

    A sociologia vêm como uma ciência voltada para o desenvolvimento das capacidades do indivíduo de observar a sociedade e suas relações, tendo dois princípios filosóficos fundamentais para a realização da mesma. Partindo-se da ideia de que o indivíduo deve manter uma distância das coisas do mundo, e questiona-las, têm-se o primeiro princípio chamado estranhamento. Já o ato de pensar em algo de formas diferentes, analisando outros ângulos, e desmitificando a sua naturalidade, constitui-se o conceito de desnaturalização. Portanto, utilizando-se deste conhecimento, muitos temas pertinentes da realidade social em que se encontram os jovens estudantes podem ser observados e incorporados a um novo modo de pensar, trabalhados em argumentações e causas como sugere a sociologia de acordo com Weber. Trabalhar nesse contexto com os alunos temas de situações do cotidianas como, sexualidade, aparências, preconceito, entre muitas outras, contribuiriam para formar cidadãos críticos com informações variadas capazes de sistematizar situações problemas.

  113. Amanda Crivelin disse:

    O estudo de sociologia nas escolas, contribuem na formação do jovem não só com o conhecimento de dados histórico-científicos, mas apurando seu senso crítico e de questionamento. Desmistificando ideologias e apurando o pensamento crítico das novas gerações, poderemos continuar sonhando, e construindo, um país, não de iguais, mas justo para mulheres e homens que apenas querem viver. Ela deve abordar temas que contribuem na formação do jovem não só com o conhecimento de dados histórico-científicos, mas apurando seu senso crítico e de questionamento.

Deixar um comentário