Módulo 4 – Sociologia da Educação 3 – Karl Marx

On outubro 4, 2011, in SocioEdu1, by Fábio Fernandes Villela

 

A questão central do Módulo 4 são os conceitos da obra de Karl Marx (1818 – 1883). Marx  junto com Émile Durkheim e Max Weber, constitui um dos três pais fundadores da Sociologia. O pensamento de Marx mudou radicalmente a história política e das idéias da humanidade. Inspirada em suas idéias, quase metade da população do mundo empreendeu a Revolução Socialista, na intenção de distribuir justiça social, como por exemplo, a Rússia, a China, Cuba, etc.  Sintetizando as questões dos grupos, quais são os conceitos presentes nos textos: Manuscritos econômico-filosóficos, A ideologia alemã e O capital? Saudações, Prof. Fábio Fernandes Villela.

30 Comentários “Módulo 4 – Sociologia da Educação 3 – Karl Marx”

  1. Janiclei disse:

    Nessas obras, foram analisados diversos conceitos para nossa postura frente a sociedade. Manuscritos econômico-filosóficos paira no termo alienação. Já em ideologia alemã explana algo em torno do materialismo histórico e do socialismo científico, nessa obra pode ser entendido que os homens desenvolvem os utensílios necessários para o trabalho, diminuindo portanto a carga horária do trabalho, tento mais tempo para o descanso.(Hoje a sociedade vive e respira trabalho para suprir suas necessidade BÁSICAS). Por fim, O capital, onde Marx faz uma análise da sociedade capitalista levando em consideração a economia, sociedade, cultura, política e filosofia.

  2. Ana Carolina disse:

    No texto os manuscritos econômicos e filosóficos a questão central é a alienação, que pode ser dividida em duas partes: uma estranhamento (negatividade) e a outra externalização (positividade), ou seja, na primeira o estranhamento é algo ruim que pode desaparecer da sociedade através do materialismo histórico dialético, na segunda é um processo que não se acaba, quando externaliza não fica os sujeitos que fazem esse processo e sim surge a propriedade privada. Já no texto da ideologia Alemã, trata da criação do método do materialismo histórico. E por fim, no texto o capital, Marx analisa a sociedade, principalmente sobre a economia, o fetiche (apagamento do trabalhador), o trabalhador não vê seu trabalho na mercadoria que produziu.

  3. Aruana disse:

    Nesses 3 textos Marx apresenta variados conceitos, mas que contêm uma certa ligação entres eles. No texto Manuscritos econômicos- filosóficos ele traz os conceitos sobre a propriedade privada e a alienação do trabalhador que o torna mais pobre quanto mais riquezas produz, então o trabalhador acaba se tornando uma mercadoria mais barata do que as mercadorias que produz. No texto Ideologia Alemã, Marx aborda o conceito de materialismo histórico e traz seu principal defeito que consiste que o objeto só é aprendido como forma de objeto ou intuição, mas não como atividade humana sensível. No texto O Capital, Marx aborda a economia baseada em uma sociedade capitalista, que o trabalhador produz de forma seriada sem ver o resultado daquilo que ele mesmo trabalhou para produzir.

  4. Larissa L. S. Lopes disse:

    Nos textos Marx apresenta diferentes conceitos, em Manuscritos econômicos e filosóficos a questão é a alienação, que pode ser de estranhamento e externalização, uma é algo ruim e a outra um processo que não se acaba. Em ideologia Alemã a questão central é o materialismo histórico. E por fim em O capital, Marx aborda uma sociedade onde a economia é baseada no capitalismo, onde o trabalhador não vê seu trabalho na mercadoria, pois o produz de forma seriada.

  5. Débora Boulos disse:

    De maneira geral, os conceitos contidos nos três textos passam pelo enriquecimento da sociedade burguesa por meio do acúmulo de mercadorias, bem como pela modificação das relações de trabalho e dos modos de produção a partir de tal enriquecimento, abordando os termos fetichismo – aparência de igualdade e essência de desigualdade – e alienação – escravização do homem pelo trabalho, (“Manuscritos econômico-filosóficos”) o que, em certo sentido, permite que se expliquem as mazelas e contradições humanas do ponto de vista histórico e social, originando-se aí o que Marx chamou de materialismo histórico dialético, em contraposição à dialética mais espiritualista de Hegel, seu antecessor, (“A ideologia alemã”). Assim, diante de uma análise crítica da sociedade econômica originada de tal contexto, que tem como substrato o capitalismo, propõe uma mudança econômico-social transformadora, a partir de um processo de revolução proletária (O capital).

  6. Maria Antonia de C. Marques disse:

    Marx no texto manuscritos econômicos-filosóficos conceitua que a alienação se situa no “espaço interior” do indivíduo como uma contradição vivida entre a aspiração pela autodeterminação da sua personalidade e a multiplicidade de suas qualidades e atividades que visam à reprodução de um todo estranho.
    Na ideologia alemã Marx aborda o materialismo histórico como método que pode acabar com esse estranhamento. E no texto O capital, faz sua análise sobre o sistema econômico(capitalismo) e o fetichismo, que é a incapacidade do homem em perceber sociais os frutos de seu trabalho, pois, no processo de produção há predominio da coisa, do objeto sobre o homem.

  7. Heloisa disse:

    No texto Manuscritos econômico-filosóficos Marx fala sobre o conceito de alienação, onde o homem torna-se escravo de seu trabalho, pois produz muito e ganha pouco, aceitando essa situação para se manter vivo no sistema capitalista, ficando todo o lucro com os donos dos meios de produção, ou seja, a burguesia. Este conceito dividi-se em dois: o estranhamento (negatividade) e a externalização (positividade). Já o texto A ideologia alemã o conceito principal é o materialismo histórico. E O capital fala sobre o fetichismo, a produção seriada e o trabalhador tornando-se alienado, enfim fala do caráter social.

  8. Crislei Mayara disse:

    A discussão principal que permeou os textos estudados, foram a respeito do enriquecimento da sociedade burguesa por meio do acúmulo de mercadorias produzidas pelo proletariado. Temos no texto Manuscritos econômico-filosóficos o conceito de alienação, onde o trabalhador não consegue ver no produto acabado o seu próprio trabalho, não vê que foi parte integrante daquele processo. Em A ideologia alemã, discutiu-se sobre o materialismo histórico e o socialismo científico, foi a partir de então que o homem passou a produzir ferramentas para auxiliar seu trabalho, e por meio destas passou a trabalhar menos, pois elas propiciavam maior agilidade na produção. E por fim em O capital, há uma grande discussão em torno do fetichismo, que após a finalização de um produto, este não mantinha seu valor real de venda, adquiria uma valorização infundada, era como se as mercadorias se movessem por conta própria. Marx também era otimista quanto a revolução proletária.

  9. Aline Naliati disse:

    Nos textos os Manuscritos econômicos- filosóficos a questão é a alienação, que pode ser de estranhamento e externalização. Em ideologia Alemã a questão central é o materialismo histórico. No texto O capital, Marx aborda uma sociedade onde a economia é baseada no capitalismo, que o trabalhador não vê seu trabalho na mercadoria, pois produz de forma seriada, o Fordismo. Com isso segmenta a função do trabalhador, onde é responsável por uma parte da produção e assim não tem acesso ao produto final.

  10. Natália Ferreira disse:

    Marx explicita ao londo do texto: Manuscritos econômicos-filosóficos, sobre o conceito de alienação, que define que o ser humano aceita as condições de trabalho imposta pelo sistema capitalista apenas para sobreviver-se. No que se refere ao texto: ideologia Alemã, o conceito principal é o materialismo histórico e no texto: O capital, explicita a produção seriada, a alienação do trabalhador e o fetichismo.

  11. Karen Lima disse:

    Nos textos os Manuscritos econômicos- filosóficos a questão é a alienação, onde o hoem torna-se escravo do seu trabalho. .Em A ideologia alemã, o tema discutido é o materialismo histórico. E O capital é analisada a economia baseada no capitalismo, onde o trabalhador é um ser alienado.

  12. Caroline disse:

    No texto “Manuscritos econômico-filosóficos” Marx fala sobre o conceito de alienação, onde o homem produz muito e ganha pouco, tornando-se escravo de seu trabalho e aceita isso para sobreviver na sociedade. Este conceito dividi-se em dois: estranhamento (negatividade) e externalização (positividade). Já o texto “A ideologia alemã” o conceito principal é o materialismo histórico, onde defende-se que a evolução histórica, desde as sociedades mais remotas até à atual, se dá pelos confrontos entre diferentes classes sociais decorrentes da “exploração do homem pelo homem”. A teoria serve também como forma essencial para explicar as relações entre sujeitos. E “O Capital” trata-se do fetichismo, da produção seriada, da alienação do trabalhador.

  13. Juliane Marigo de Lima disse:

    Marx trás nestes textos questões que tratam da acumulação de capital pela burguesia através da exploração do trabalhador. Em Manuscritos econômico-filosóficos é abordado o conceito de alienação, em que o trabalhador se vê externo ao produto que criou, ou seja, não se enxerga nele e no processo que o criou. No texto a ideologia Alemã aborda o materialismo histórico e sua pior consequência em que o objeto não é aprendido como atividade humana e sensível, e o uso de ferramentas cada vez maior, valorizando-se as coisas e desvalorizando o trabalho e o próprio trabalhador. Já no último texto, Marx fala sobre o fetichismo a valorização emancipada de mercadorias, e desvalorização crescente do proletário que não se vê em seu próprio trabalho, no próprio objeto que produziu, pois após tê-lo feito o valor da mercadoria é algo muito distante do que o trabalhador está acostumado a ter.

  14. Danielli disse:

    Dentro desses três textos Marx apresenta conceitos diferentes mas com uma certa ligação entres eles. No primeiro texto, “Manuscritos econômicos- filosóficos” foram apresentados os conceitos sobre a propriedade privada e a alienação do proletariado, o que nos faz entender que quanto mais riquezas esta classe produz mais pobre fica, ou seja, o trabalhador acaba se igualando a uma mercadoria barata assim como as mercadorias que produz. No segundo texto, “A Ideologia Alemã”, Marx aborda o conceito de materialismo histórico, onde o homem começa a produzir meio de agilizar seu trabalho. Já no terceiro texto, “O Capital”, Marx aborda a economia baseada em uma sociedade capitalista, onde o trabalhador produz de forma seriada sem se quer saber qual será o resultado final de seu próprio esforço.

  15. Danielli disse:

    Dentro desses três textos Marx apresenta conceitos diferentes mas com uma certa ligação entres eles. No primeiro texto, “Manuscritos econômicos- filosóficos” foram apresentados os conceitos sobre a propriedade privada e a alienação do proletariado, o que nos faz entender que quanto mais riquezas esta classe produz mais pobre fica, ou seja, o trabalhador acaba se igualando a uma mercadoria barata. No segundo texto, “A Ideologia Alemã”, Marx aborda o conceito de materialismo histórico, onde o homem começa a produzir meio de agilizar seu trabalho. Já no terceiro texto, “O Capital”, Marx aborda a economia baseada em uma sociedade capitalista, onde o trabalhador produz de forma seriada sem se quer saber qual será o resultado final de seu próprio esforço.

  16. Samia disse:

    No texto “Manuscritos econômicos-filosóficos”, Marx apresenta o conceito de alienação, que vem a ser a exploração do trabalhador, este passivamente aceita essa condição de explorado para simplesmente sobreviver na sociedade. Já no texto “A ideologia alemã”, Marx traz o conceito de materialismo histórico, que se trata no homem produzir ferramentas com o intuito de agilizar o seu trabalho. Por fim, no texto “O capital”, Marx introduz o conceito de fetiche, o qual se refere ao homem não conseguir ver na mercadoria que produziu o seu próprio trabalho.

  17. cintia disse:

    O conceito de alienação citado por Marx no texto “Manuscritos econômicos-filosóficos” vem do trabalhador explorado, em que aliena-se por produzir e muitas vezes não poder comprar. Ou seja, trabalha de forma explorada passivamente.
    No texto “A ideologia alemã” Marx trás o conceito de materialismo histórico, em que o homem produz ferramentas para acelerar seu trabalho e produzir cada vez mais.
    No texto ” O capital” Marx trata do fetichismo, em que o homem trabalha de uma forma seriada, que, chegando ao final da produção, o trabalhador não reconhece seu próprio trabalho.

  18. Gabriella Bonil de Almeida disse:

    No texto “Manuscritos econômico-filosóficos”, Marx apresenta o conceito de alienação, em que mostra como o homem se torna escravo de seu trabalho e aceita viver assim para sua sobrevivência. No texto “A Ideologia Alemã”, Marx apresenta o conceito de materialismo histórico, que se refere ao fato do homem buscar meios para agilizar seu trabalho, produzindo ferramentas para isso. Já o texto “O capital”, Marx apresenta o conceito fetichismo que seria o fato do homem não conseguir ver no produto final o que ele mesmo produziu.

  19. Dayse disse:

    No texto O Capital Marx fala sobre o fetichismo, sobre a produção seriada e a respeito da alienação do trabalhador. No texto os Manuscritos econômico-filosóficos ele fala sobre a alienação, onde o homem é escravo de seu trabalho para sobreviver. Esse conceito está dividido em dois: estranhamento (negatividade) e externalização (positividade). Já o texto, A ideologia alemã, trata de uma evolução histórica entre diferentes classes sociais.

  20. Daiana M. Torres dos Santos disse:

    O texto Manuscritos econômicos -filosóficos de Marx, fala sobre a propriedade privada e a alienação do proletariado. Ja no texto o capital é apresentado o conceito de fetichismo. No texto A ideologia alemã, Marx fala sobre o conceito de materialismo histórico.

  21. Numiá disse:

    O texto Manuscritos Econômico-Filosóficos tem como eixo central a questão da alienação, já em Ideologia Alemã a questão central é o materialismo histórico e finalmente no texto O Capital ele discute o fetichismo, onde o trabalhador perde a noção do todo, pois com a divisão do trabalho ele só vê aquela pequena parte que realiza.

  22. Michele Saçaki disse:

    quais são os conceitos presentes nos textos
    No texto “Manuscritos econômico-filosóficos”, o conceito presente é alienação, em que este termo comporta a ideia tanto de estranhamento (Entfremdung), algo negativo, mas passageiro, quanto de objetivação/externalização/alienação (Entäusserung), positivo, capaz de produzir a humanidade, algo permanente. “A ideologia alemã”, coloca como conceito central, o materialismo histórico, em que no lugar do misticismo, a práxis humana e a compreensão da mesma se faz presente. Em “O capital”, o conceito presente, é o fetichismo, em que ocorre o apagamento do trabalho do ser humano na produção das coisas, o trabalhador não é capaz de se ver no produto que ele mesmo produziu com sua força de trabalho.

  23. Ariadne C. Matos disse:

    2.
    Marx no texto Manuscritos econômico-filosóficos, fala sobre o conceito de alienação, que define que o ser humano é escravo do seu trabalho, aceitando as condições impostas pelo sistema capitalista apenas para se manter vivo neste sistema. Marx dividi o conceito de alienação em dois: estranhamento (negatividade) e externalização (positividade). No texto A ideologia Alemã, a questão central é o materialismo histórico. E no texto O Capital, é abordado a questão sobre fetichismo em que o homem não é capaz de ver o produto final que ele mesmo produziu.

  24. Cassiana Lima Santos disse:

    O texto Manuscritos econômicos e filosóficos gira em torno da questão da alienação, dividida em estranhamento e externalização.
    O texto da ideologia Alemã fala sobre o método do materialismo histórico.
    O texto O capital, Marx analisa a sociedade, a economia, e o conceito de fetiche.

  25. Luana disse:

    Analisamos no texto “Manuscritos econômicos-filosóficos” principalmente a questão da alienação, onde o trabalhador produz algo e ao final dessa produção não sabe que ele também ajudou a fazer, a diferença de classes uma cada vez mais proprietária dos meios de produção e outra cada vez mais explorada. No texto “A ideologia alemã estudamos o materialismo histórico, o homem começa a produzir meios de acelerar a produção de materiais através de maquinas e equipamentos que não necessitam de mão de obra qualificada e assim desqualifica o trabalhador. E no texto “O capital” Marx aborda questões relacionadas ao fetichismo e a desvalorização dos trabalhadores, uma vez que ele não consegue comprar o que ele mesmo produziu.

  26. Michelle Pereira disse:

    No texto “O capital”, Marx analisa a sociedade capitalista levando em conta diversos fatores como a economia, cultura, filosofia, política, etc.
    O centro do “Os manuscritos econômicos-filosóficos” é a alienação, que pode ser por estranhamento e por externalização,
    Em “A ideologia alemã” Marx trata do materialismo histórico como método que pode acabar com tal estranhamento.

  27. Gisele Lopes disse:

    No texto “Manuscritos econômico-filosóficos”, o conceito é alienação do proletariado, por estranhamento (negatividade) e externalização (positividade). No texto “A ideologia alemã”, o conceito central é o materialismo histórico. E em “O capital”, o conceito é o fetichismo, e o autor ainda faz uma discussão sobre o sistema econômico(capitalismo).

  28. Nathália V. Ribeiro disse:

    O autor em “Manuscritos econômicos” fala sobre propriedade privada, alienação, a qual pode ser dividida em duas faces: estranhamento (negatividade) e externalização (positividade). Já no texto “A ideologia alemã”, os conceitos centrais são o materialismo histórico e o socialismo científico. E, por fim, em “O capital” é tratado os conceitos fetichismo, alienação e produção seriada.

  29. Monica floriano Lucianelli Lucheta disse:

    No texto Manuscritos econômico-filosóficos Marx fala sobre o conceito de alienação, onde o homem torna-se escravo de seu trabalho, pois não pode usufruir de sua produção. Acaba aceitando essa situação para se manter vivo no sistema capitalista. Este conceito dividi-se em dois: o estranhamento (negatividade) e a externalização (positividade). Já o texto A ideologia alemã o conceito principal é o materialismo histórico. E O capital fala sobre o fetichismo, a produção seriada e o trabalhador tornando-se alienado, enfim fala do caráter social.

  30. Pollyana disse:

    Os textos falam sobre importantes conceitos discutidos por Marx ao longo de seus estudos. A alienação do homem em relação ao seu trabalho e ao fruto deste dentro do sistema capitalista é discutida nos Manuscritos econômicos-filosóficos; o materialismo histórico é o conceito tratado em A Ideologia Alemã e em O Capital, Marx discute o sistema capitalista, abordando conceitos como o fetichismo, a alienação, a produção em série.

Deixar um comentário