Boa Dia Caros Alunos! Tudo bem?

Conforme aprovado em Congregação do Ibilce – Unesp de Rio Preto, nos dias 16 e 17 de abril haverá o “Dia da Graduação” nesse Instituto, cujo tema será “Avaliação do processo ensino-aprendizagem”. O “Dia da Graduação” é um dia em que são levantadas as problemáticas dos Cursos de Graduação e uma discussão para que estas sejam resolvidas com a participação dos Docentes, Técnicos e Alunos. O “Dia da Graduação” será também em homenagem a nossa querida Profª. Maria Antônia Granville que trabalhou até o último momento para que esse evento se realizasse.

A programação será a seguinte:

Dia 16 de Abril

19:00 – 20:00 horas – Palestra com a Profa. Hélia Sonia Raphael (Unesp –  Bauru) sobre o tema.

20:00 – 21:00 horas – Discussão em cada classe dos cursos noturnos isoladamente sobre o tema.

 Dia 17 de Abril

10:00 – 12:00 horas - Palestra com a Profa. Hélia Sonia Raphael (Unesp – Bauru) sobre o tema.

16:00 – 18:00 horas – Discussão em cada classe dos cursos diurnos isoladamente sobre o tema.

18:00 – 20:00 horas – Plenária com os Coordenadores de Curso, representantes de cada classe, membros do NEPP, representantes dos funcionários da área de graduação e Direção do Instituto sobre os pontos discutidos em cada.

O Núcleo de Estudos e Práticas Pedagógicas da Unesp – NEPP – Rio Preto é quem organiza a atividade e conta com a colaboração e presença de todos. Saudações, Prof. Fábio Fernandes Villela (Coordenador do CCGP).

Logomarca do NEPP

A logomarca do NEPP foi pensada e elaborada pelo Profº Klaus Schlünzen Júnior e seus alunos do Campus de Presidente Prudente. Trata-se do mapa do Estado de São Paulo, símbolo da UNESP, entrecortado por triângulos articulados em cujo interior estão indicadas as diferentes áreas de conhecimento trabalhadas pela Universidade. As cores também são significativas. A ponta mais à esquerda do mapa tem a imagem semelhante a um olho, num campo azul, cujo significado pode ser entendido como o sonho encaminhando o projeto para a frente. Na ponta mais à direita do mapa, aparece um campo vermelho com a figura de pessoas de mãos dadas, apontanto para o Leste, de onde vem a luz. Esse campo significa a paixão de ensinar e agregar pessoas em torno da formação humana, iluminada pelo conhecimento, realizando assim, os objetivos do NEPP (Profa. Maria da Glória Minguili, março de 2009).

(Cruz Espatária ou a Espada Crucífera – Emblema da Ordem Religiosa e Militar de Santiago criada no Ano 1160)

 Bom Dia Car@s Alun@s! Tudo bem?

Segue abaixo divulgação da chamada para Intercâmbio de Alunos da Pedagogia para a Universidade de Santiago de Compostela – Espanha – 2º Semestre de 2012. Saudações, Prof. Fábio Fernandes Villela. (CCCGP).

Estão abertas as inscrições para seleção de estudantes dos cursos da UNESP  para período de estudos na Universidade de Santiago de Compostela, USC, Espanha no 2º semestre de 2012, conforme normas estabelecidas pela Resolução UNESP 18/2010, alterada pela Resolução 36/11:

1. Vagas oferecidas 4 vagas por curso oferecido pela USC (com exceção da área de Comunicação). Para maiores informações entre em contato com o Conselho de Curso da Pedagogia – Ibilce – Unesp –Rio Preto.

 PS. Algumas curiosidades sobre Santiago de Compostela na Espanha podem ser acessadas no blog: http://compostelaentrepedais.blogspot.com.br/

Bom Dia Caros Alunos! Tudo bem?

Gostaria de convidar a todos para a palestra: “Poética da Oralidade: Moda Caipira” com o Prof. Dr. Romildo Sant’Anna.  Será dia 22/03/2012 – 19h30min. no Auditório A do Ibilce – Unesp de Rio Preto, Rua Cristovão Colombo, 2265, Jd. Nazareth., S. J. Rio Preto – SP, tel. (17) 3221 -2318. Trata-se de um atividade organizada pela Coordenação de Curso da Pedagogia em parceria com o Caped – Centro Acadêmico “Wilson Cantoni” da Pedagogia do Ibilce – Unesp – Rio Preto, Gestão Demerval Saviani 2011-2012. As inscrições serão feitas no dia da palestra. Haverá um coffee-break no final. Quem quiser um certificado deverá colaborar com R$5,00 para impressão do certificado. Esta é  uma atividade em comemoração ao aniversário de 160 anos da cidade de São José do Rio Preto – SP , que acontece dia 19 de março e de fundação do Caped – Centro Acadêmico “Wilson Cantoni” da Pedagogia do Ibilce – Unesp – Rio Preto.

Poética da Oralidade: Moda Caipira

O Prof. Dr. Romildo Sant’Anna irá apresentar seu extenso trabalho de pesquisa “A Moda é Viola”. A pesquisa originou o livro que teve uma primeira edição em 2000, quando comemoravam-se os 500 anos de descobrimento do Brasil. Desde então, de acordo com o professor, não deixou de mexer e remexer nos escritos. O resultado está na ampliação de mais de cem páginas para a segunda edição. “Lancei a primeira edição em um programa da Inezita Barroso, ‘Viola, minha viola’, na TV Cultura. Durante esse período de mais de oito anos não teve um dia que não mudei algo do que estava escrito. Foram acrescentados dez novos capítulos e atualizadas informações nos que já existiam”, explica o autor.

Para o primeiro lançamento, Sant’Anna buscou cerca de 700 músicas e as transcreveu. Trabalho que custou ao professor dois anos de empenho, uma vez que as letras de músicas caipiras trazem um dialeto muitas vezes regionalizado e expressões típicas desse estilo. Tal mergulho no universo a que se propôs estudar criou uma familiaridade com o universo pesquisado e possibilitou o traçado de uma configuração poética própria do cantar caipira. “Pesquisei bibliotecas nacionais e espanholas atrás das origens do que é a base da música brasileira.”

A origem comum da música nacional está no cancioneiro ibérico. Portanto, a pesquisa do professor tem início em documentos do século 12. O instrumento e a configuração das letras contam em sua evolução como a música caipira se construiu ao longo dos séculos. Um dos aspectos acrescentados à nova edição que tem impacto sensível até hoje nas letras de músicas caipiras é o uso do ‘nheengatu’, dialeto próprio do Brasil poucos anos após o descobrimento e a colonização portuguesa.

“Não se falava a língua portuguesa. Ela era usada apenas em documentos oficiais. A língua utilizada pelo povo, pelos índios e padres da Companhia de Jesus era uma mistura do tupinambá com o português. Desse dialeto vêm as frases tão utilizadas nas modas de viola como ‘muié linda de oiá’, ‘cantá e sofrê’, ‘mé de abeia’”, conta o professor. Uma das descobertas incluídas na edição lançada hoje é o primeiro tratado de língua mais utilizada no Brasil, no caso o nheengatu, escrito pelo padre José de Anchieta. “Como se tornou a Língua Geral, instaurando a prevalência do vencido sobre o vencedor, o nheengatu foi proibido em 1734, sob penas de prisões e açoites”, conta o autor no livro.

Dessa forma, percorrendo o desenvolvimento do instrumento e da língua, o professor conta também um pouco da história do próprio povo brasileiro. E enfoca um personagem que, de acordo com ele, já foi muito negligenciado, inclusive, pela literatura: o caipira.

Com a migração da população rural para o ambiente urbano, Sant’Anna afirma que houve uma perda dos valores do caboclo, cuja imagem foi cercada de preconceitos. Assim, as pessoas que carregam em si uma memória afetiva do campo, sentem-se perdidas em meio ao ambiente urbano. É o sentimento de perda das raízes, que se reflete nas composições sertanejas que, erroneamente e preconceituosamente, na opinião do pesquisador, são rotuladas de canções de “dor de cotovelo”.

“A História do Brasil pode ser contada por meio da história da viola e o caipira tem papel importante nesse cenário. A cultura não tem delimitação geopolítica e a viola está profundamente arraigada nas nossas origens. É preciso considerá-la, e à música caipira sob o ponto de vista estético, como arte e não apenas mero elemento folclórico e de segunda linha”, enfatiza o escritor. (Texto retirado e reelaborado a partir da reportagem de Ariana Pereira do Diário da Região de 28-10-2009).

Abraço a tod@s, Prof. Fábio Fernandes Villela.

PS. Recomendamos a todos visitar o blog do Prof. Romildo Sant’Anna: http://romildo-sant.blogspot.com/

Estágio Superior e Técnico da Fiat para Pedagogia

On março 2, 2012, in Coord, Não-Formal, by Fábio Fernandes Villela

Bom Dia Caros Alunos! Tudo Bem?

Segue abaixo divulgação de Estágio Superior e Técnico Fiat para Pedagogia. Saudações, Prof. Fábio Fernandes Villela (CCCGP).

A Fiat, em parceria com a Companhia de Talentos, está selecionando candidatos para o seu Programa de Estágio Superior e Técnico Fiat 2012.

Cartaz de divulgação: http://www.estagiofiat.com.br/emailmkt/externo/Emailmkt-externo_v01.html

Pré-requisitos Estágio Superior: Conclusão de curso entre Julho/ 2013 a Julho/ 2014; Cursos: Administração de Empresas (todas as ênfases), Análise de Desenvolvimento de Sistemas, Ciências da Computação, Ciências Contábeis, Ciências Econômicas, Comércio Exterior, Comunicação Social (Jornalismo, Publicidade e Propaganda e Relações Públicas), Direito, Engenharias (Ambiental, Civil, Controle e Automação, Elétrica, Eletrônica, Eletroeletrônica, Materiais, Mecânica, Mecatrônica, Produção, Química e Telecomunicações), Gestão da Tecnologia da Informação, Informática, Nutrição, Redes de Computadores, Relações Internacionais, Pedagogia e Psicologia;

Pré-requisitos Estágio Técnico: Ter previsão de conclusão de curso em Dezembro/ 2012 ou até 2 anos após formado, desde que esteja vinculado a uma instituição técnica de ensino, para fins de cumprimento de carga horária de estágio; Cursos: Técnico em ( Administração, Eletroeletrônica, Informática, Mecânica, Mecatrônica, Meio Ambiente e Química).

Inscrições Abertas até dia 18 de Março de 2012

Para mais informações acesse:

http://www.estagiofiat.com.br/

Jaqueline Santos

Cia de Talentos

Tel. (55 11) 5112 3294

Twitter: @ciadetalentos

Blog: chegamais

Facebook: ciadetalentos

www.grupodmrh.com.br