10 Vagas para Estágio em Orientação Pedagógica no CIEE – Rio Preto – SP

On outubro 28, 2011, in Coord, by Fábio Fernandes Villela

Bom Dia Caros Alunos da Pedagogia!

O CIEE - Rio Preto procura estudantes do curso de pedagogia para a área de Orientação Pedagógica. Benefícios: Auxílio transporte.  Valor: Não divulgado. Horário: Variável. Local do Estágio: SJRP – SP.  Os interessados deverão comparecer na Unidade do CIEE munidos de documentos pessoais e o número da vaga. Forma de Contato: Entrar em contato com urgência.

CIEE – São José do Rio Preto

Roxane D´Oliveira Freitas

R. Quinze de Novembro, 3650 – Centro – Rio Preto – SP

Estagiária – Voice 3209

Fone: (017) 3211-2966 Fax: (017) 3211-2940

roxane_freitas@cieesp.org.br

www.ciee.org.br

Car@s Alun@s, bom dia!

Gostaria de convidar a tod@s para o “I Ciclo de Debates – Processos Formativos, Tecnologias e Culturas” a realizar-se nos dias 24 e 25/11/2011, quinta e sexta-feiras, no Auditório “C”, do Ibilce / Unesp – Rio Preto.

O evento contará com a presença do Prof. Dr. Sérgio Vicente Motta que versará sobre o tema “Pensamento infantil: arte e educação” (dia 24/11) e do Prof. Dr. Humberto Perinelli Neto que fará a apresentação de curtas relacionados ao ensino de História e de Geografia  (25/11).

No dia 24/11, às 21h20 será feito o lançamento do Livro “Currículos, Sistemas de Avaliação  e Prática Educativas” seguido de coquetel.

O website do evento com cartaz, programação, incrições, etc., pode ser acessado em:

http://www.eventos.ibilce.unesp.br/ciclodedebates/

Saudações, até lá, Prof. Fábio Fernandes Villela.

CISO – Centro de Integração de Surdos e Ouvintes de Rio Preto

On outubro 24, 2011, in Miscelan, by Fábio Fernandes Villela

Boa tarde caros alunos! Tudo bem?

O CISO – Centro de Integração de Surdos e Ouvintes – Escola de LIBRAS foi criado para fazer com que os seus integrantes tenham contato com o surdo de forma a vivenciar sua cultura, ampliando seus conhecimentos e adentrando neste novo universo linguístico-gestual. Procura incluir de maneira com que os participantes não sejam apenas alunos de um simples curso de LIBRAS, mas membros de um centro integrador com a cultura surda.

Serviço: Endereço do CISO – Travessa Wenceslau Brás, 20, 15025-440 São José do Rio Prêto, Brazil,  Telefone (17) 3121 8671 (17) 31218672.

Website CISO:  http://www.cisolibras.com.br

Saudações, Prof. Fábio Fernandes Villela.

 

A Pedagogia do MST: os Sem-Terrinhas – Fotógrafo: M. A. Dallmann

O Módulo 4 abordou as soluções da educação diante do dilema da América Latina. Vimos alguns representantes do pensamento pedagógico latino-americano e do pensamento pedagógico brasileiro progressista. Do seu ponto de vista, qual a solução para a educação diante do “dilema”  da América Latina? Saudações, Prof. Fábio Fernandes Villela.

O Módulo 7 da disciplina Trabalho e Educação (textos 16 – 17 – 18) revelam a luta contra o neoliberalismo, o cerco neoliberal na América Latina, os desafios de um novo tempo histórico e a luta contra o neoliberalismo. Do seu ponto de vista, no século XXI haverá barbárie ou solidariedade e quais alternativas ao neoliberalismo? Saudações, Prof. Fábio Fernandes Villela.

PS. Só para relembrar, as questões estão nos textos abaixo:

[16] HERRERA, Sílvio B. A luta contra o neoliberalismo. In: VIZENTINI, Paulo F.; CARRION, Raul. (Org.). Século XXI, barbárie ou solidariedade: alternativas ao neoliberalismo. Porto Alegre: Ed. Universidade/ UFRGS, 1998. p. 121-129.

[17] MARIN, Gladys. A Luta contra o cerco neoliberal na América Latina. In: VIZENTINI, Paulo F.; CARRION, Raul. (Org.). Século XXI, barbárie ou solidariedade: alternativas ao neoliberalismo. Porto Alegre: Ed. Universidade/ UFRGS, 1998. p. 130-141.

[18] ARGUMEDO, Alcira. Os desafios de um novo tempo histórico e a luta contra o neoliberalismo. In: VIZENTINI, Paulo F.; CARRION, Raul. (Org.). Século XXI, barbárie ou solidariedade: alternativas ao neoliberalismo. Porto Alegre: Ed. Universidade/ UFRGS, 1998. p. 142-156.

Fonte: Ana Esther Ceceña, da Universidade Nacional Autônoma de México

O Módulo 6 da disciplina Trabalho e Educação (textos: 13 – 14 e 15) aponta por um lado para as estratégias de construção de uma hegemonia sem limites e por outro lado para a reinvenção dos territórios e a experiência latino-americana e caribenha. A pergunta para o debate é qual seria as características de uma  pedagogia das resistencias e das emancipacões?  Um texto que poderá auxiliar é o de Claudia Korol disponibilizado na lista de discussão do Yahoo Grupos da disciplina. Saudações Prof. Fábio Fernandes Villela.

Módulo 8 – Sociologia da Educação 3

On outubro 24, 2011, in SocioEdu3, by Fábio Fernandes Villela

O cineasta Michael Moore, examina o efeito do domínio corporativo sobre os americanos, no entusiasmado documentário “Capitalismo: uma História de Amor”. O documentário foi escrito, dirigido e produzido por ele, aborda o sistema que, em suas palavras, “permite, encoraja e, o mais importante, garante a corrupção.”

O assunto que Moore vem analisando em toda a sua carreira: o desastroso impacto da dominação corporativa no cotidiano dos americanos (e, por consequência, no resto do mundo). Mas desta vez, o culpado é bem maior que a General Motors e a cena do crime vem mais ampla que Flint, no Michigan. Do centro da América, aos corredores do poder em Washington, do epicentro financeiro global em Manhattan, Michael Moore mais uma vez leva o público a um território não mapeado. Com humor e indignação, Capitalismo: Uma História de Amor explora um tabu: qual o preço que a América paga por seu amor ao capitalismo? Anos atrás, esse amor parecia tão inocente. Hoje, contudo, o sonho americano parece mais um pesadelo, com as famílias pagando esse preço com seus empregos, suas casas e suas economias.

Moore nos leva aos lares das pessoas comuns, cujas vidas viraram de cabeça para baixo, e procura explicações em Washington e em toda a parte. O que ele descobre são os familiares sintomas de um caso de amor que não deu certo: mentira, abuso, traição… e 14 mil empregos perdidos todos os dias. “Capitalismo: Uma História de Amor” é ao mesmo tempo uma compilação dos trabalhos anteriores de Moore e uma visão do que um futuro mais esperançoso poderia ser. O documentário diz respeito a Reestruturação Produtiva na sociedade contemporânea. A pergunta para o debate, a partir dos textos lidos (textos 5 – 6 – 7 – 8), é a seguinte: quais os impactos da Reestruturação Produtiva na Educação? Saudações, PRof. Fábio Fernandes Villela.

Bom Dia Caros Alunos! Tudo bem?

O módulo 3 da disciplina Sociologia da Educação 1 procura expor as interações fundamentais da Sociologia da Educação.  A partir dos textos 9 – 10 – 11, 12 e 13, procure trazer para o debate as interações fundamentais da Sociologia da Educação.  Saudações, Prof. Fábio Fernandes Villela.

Obs. O aluno poderá assistir o famoso clip do Pink Floyd, “Another Brick In The Wall” (1979), como uma atividade complementar desse módulo:

http://www.youtube.com/watch?v=xpxd3pZAVHI

O filme completo (The Wall), do qual faz parte esse vídeo, vcs encontram no seguinte link:

http://www.youtube.com/watch?v=JlRGaHYMK0Q

Dia da Consciência Negra no Ibilce – Unesp – Rio Preto

On outubro 23, 2011, in Miscelan, by Fábio Fernandes Villela

“Irmão do Divino” – Fotógrafo: Toninho Cury

Caros alunos, bom dia!

No dia 20 de novembro de 1695 morria o líder do quilombo dos palmares, Zumbi. Atualmente, nesta data é celebrados o dia da Consciência Negra, para marcar a resistência do negro à escravidão, refletir sobre a inserção do negro na sociedade brasileira e destacar a importância da cultura e do povo africano na formação da cultura nacional. Por isso o no dia 17 de novembro, será realizado no Ibilce – Unesp – Rio Preto o Dia da Consciência Negra, com apresentações culturais e discussão sobre aspectos da saúde do negro. A proposta é valorizar a cultura que é a base da identidade brasileira. A programação segue abaixo. Até lá! Prof. Fábio Fernandes Villela.

Evento Destaca a História e a Cultura Afro (Ligya Aliberti).

Esta quinta-feira (17/11) será marcada, no Ibilce, pelo Dia da Consciência Negra. De manhã até a noite, serão realizadas diversas atividades que visam destacar a importância da cultura negra para a formação de nossa identidade.

O evento tem início às 10h, no saguão de entrada do prédio principal, com a mostra de painéis “Relação Brasil-França e o negro nas artes”. Às 14h, no Auditório A, será exibido o filme “Kiriku e a feiticeira”.

No início da noite, às 18h, haverá o lançamento do livro “Janela do universo” (HN Editora & Publieditorial), de autoria do servidor Ginaldo Vieira dos Santos, do Departamento de Engenharia de Alimentos. Em seguida, a professora do Departamento de Biologia Claudia Bonini, acompanhada por alunos de seu grupo de pesquisa, irão oferecer orientação sobre anemias na população negra.

Após essas atividades, as artes vão dominar o evento. Às 19h, há apresentação do Grupo de Maracatu “Pedra de Raio”, seguida de apresentação do coral do câmpus, com músicas afro, e do grupo de capoeira da Unati (Universidade Aberta à Terceira Idade). A professora de literatura Susanna Busato, acompanhada por instrumentos de percussão, recitará a poesia “Navio negreiro”, de Castro Alves. Os grupos de balé clássico e de dança de salão do Ibilce também farão apresentações, fechando a noite.

 De acordo com a vice-diretora do câmpus, Maria Tercília Vilela de Azeredo Oliveira, a proposta do evento é demonstrar a importância da cultura negra e resgatar e valorizar a sua história. A entrada é franca.

Celebração nacional

Nacionalmente, o Dia da Consciência Negra é comemorado em 20 de novembro (domingo), mas a Unesp fará a celebração no dia 17 (quinta-feira). A data nacional foi escolhida em referência à morte de Zumbi dos Palmares em 20 de novembro de 1695.

Caros Caros Alunos, bom dia!

O município de São José do Rio Preto sediará, nos dias 26 e 27 próximos o  Fórum Internacional de Educação da Região de São José do Rio Preto. Programação e maiores informações:  http://www.forumregiaosjrp.org.br/

O Fórum é uma iniciativa dos Dirigentes Municipais de Educação da Região de São José do Rio Preto, em parceria com a UNESCO, a Organização dos Estados Iberoamericanos – OEI e apoio do Conselho Nacional de Educação, da Prefeitura Municipal de São José do Rio Preto e das entidades abaixo identificadas.

O tema do fórum será Gestão na Educação: Avaliação e Qualidade. A organização executiva do evento é do Instituto Brasileiro de Sociologia Aplicada – IBSA.

A programação contará com a participação do Ministério da Educação, da Secretaria do Estado da Educação, de Prefeitos, Secretários Municipais, conferencistas, palestrantes e debatedores nacionais e internacionais e com a presença de professores, gestores e especialistas em educação.

Maiores informações podem ser obtidas com o  Prof. João Ernesto Nicoleti (Dep. EJA – SME São José do Rio Preto), tel. 3211 4015.

Saudações, Prof. Fábio Fernandes Villela.