2º Seminário do Patrimônio Histórico de São José do Rio Preto – SP

On setembro 1, 2018, in RP-CE, by Fábio Fernandes Villela
A imagem pode conter: planta e flor
Painel A lenda do pássaro azul do artista plástico Antonio Hudson Buck na Catedral de Rio Preto – SP.
Convite a tod@s!
2º Seminário do Patrimônio Histórico de São José do Rio Preto – SP

OBJETIVOS DO SEMINÁRIO
Promover a reflexão sobre as diferentes práticas de atuação na área de Patrimônio Histórico, entre técnicos e especialistas de diferentes instituições, com vistas a produzir e transmitir o conhecimento acumulado para que as pessoas possam reconhecer o valor simbólico dos bens culturais inseridos no contexto em que vivem e atuam.

PÚBLICO ALVO
Pesquisadores e estudantes que trabalham e/ou estudam temas relacionados ao patrimônio histórico, a educação patrimonial, dentre outros, representantes da sociedade civil, profissionais da área e a comunidade em geral.

AGENDA

Segunda-Feira, 24 de Setembro de 2018
13h 00min
Credenciamento
14h 00min
Cerimônia de Abertura
Prefeitura Municipal de São José do Rio Preto – SP
Secretaria Municipal de Cultura de SJRP – SP
Coordenação: Arq. Kedson Barbero (Presidente do COMDEPHACT – Rio Preto)
14h 30min
Conferência: Evolução de Rio Preto através do Patrimônio Histórico
Prof. Dr. Romildo Sant’Anna
16h 00min
Coffe-Break
16h 30min
Conferência: A Preservação do Patrimônio Cultural como Motor do Ordenamento Territorial – Plano Diretor – Revitalização dos Centros Históricos
Arq. Maria Rita Amoroso (CAU/SP)
18h 30min
Exposição e venda de livros, revistas e obras audiovisuais sobre a temática do “Patrimônio Histórico”
19h 30min
Conferência: Retrofit: Requalificação de Edifícios Históricos na Contemporâneidade
Profª. Drª. Paula Vermeesch (FCT / UNESP – Presidente Prudente – SP).

***

Terça-Feira, 25 de Setembro de 2018
9h 00min
Sessão de Comunicações
Prof. Dr. Fábio Fernandes Villela (IBILCE / UNESP / S. J. Rio Preto – SP)
14h 00min
Conferência: O Instituto Histórico Geográfico Genealógico de Rio Preto (IHGG) e a Preservação da Estrada Boiadeira
Antonio Caprio (Presidente do IHGG) e Genésio Mendes de Seixas (Historiador)
16h 00min
Coffe-Break
16h 30min
Conferência: Acupuntura Urbana
Arq. Fabiana Zanquetta (Secretária de Habitação de S. J. Rio Preto – SP)
18h 00min
Exposição e venda de livros, revistas e obras audiovisuais sobre a temática do “Patrimônio Histórico”
19h 00min
Mesa-Redonda: A Questão dos Centros Históricos
Arq. Lima Bueno, Arq. Delcimar Teodózio e Celia Maria Gomes de Lima (Presidente do Conselho Municipal de Turismo de Rio Preto – SP - COMTUR).

***

Quarta-Feira, 26 de Setembro de 2018
9h 00min
Sessão de Comunicações
Prof. Dr. Fábio Fernandes Villela (IBILCE / UNESP / S. J. Rio Preto – SP)
12h 00min
Almoço
14h 00min
Conferência: Preservação Patrimônio Moderno
Arq. Mirthes Baffi (Departamento de Patrimônio Histórico – DPH / Prefeitura São Paulo)
16h 30min
Conferência: O COMDEPHACT e a Preservação do Patrimônio em Rio Preto
Arq. Kedson Barbero (Presidente do COMDEPHACT – Rio Preto)
18h 00min
Exposição e venda de livros, revistas e obras audiovisuais sobre a temática do “Patrimônio Histórico”
19h 00min
Conferência: Preservação do Patrimônio Cultural no Território Caipira
Prof. Dr. Fábio Fernandes Villela (IBILCE / UNESP / S. J. Rio Preto – SP)
22h 00min
Encerramento
Arq. Kedson Barbero (Presidente do COMDEPHACT – Rio Preto)

OBS. Agenda sujeita a alterações.

INSCRIÇÕES
DADOS PARA INSCRIÇÃO (Todos os campos são obrigatórios).
Nome:
Instituição:
Endereço:
Nº:
Complemento:
Município:
UF:
CEP:
Telefone:
Email:
Não será cobrada taxa de inscrição devido à parceria entre as entidades organizadoras deste evento.

A participação no evento, com ou sem apresentação de trabalhos, está condicionada à confirmação da inscrição.

Número de vagas: 200.

ATENÇÃO: Os CERTIFICADOS de participação serão SOMENTE enviados via e-mail, em arquivo PDF para impressão, em até 30 dias após o término do evento.

Enviar os dados da inscrição para o e-mail: fabio@fabiofernandesvillela.pro.br

TRABALHOS

Requisitos
Serão aceitos trabalhos de pesquisa concluídos ou em andamento, apresentação de projetos de restauro e/ ou preservação do patrimônio histórico de arquitetura e urbanismo pelos profissionais da área, bem como TFGs sobre a temática do seminário. Os trabalhos selecionados serão publicados no CD-ROM do evento.

Os artigos e/ou projetos deverão conter a seguinte estrutura: Introdução, Objetivos, Metodologia, Resultado(s), Conclusões e Referências Bibliográficas. A apresentação nas Seções de Comunicações também deverá seguir essa mesma estrutura. Atenção: não serão aceitos trabalhos fora dessas normas. (As apresentações na seção de comunicações deverão seguir esta estrutura).

Os artigos devem ser encaminhados impreterivelmente até o dia 17 / 09 / 2018 para o endereço eletrônico: fabio@fabiofernandesvillela.pro.br

Instruções para elaboração dos artigos
Programa: MS Word for Windows.
Papel: A4 (210 X297mm)
Configuração da página: 30 linhas, 70 toques/linha
Margens: superior: 3,75cm; inferior: 3,75 cm; esquerda: 3,25 cm; direita: 3 cm
Corpo do texto e bibliografia

- fonte Times New Roman 12
- espaço entre linhas: 1.5

Rodapé: as notas devem constar no pé de cada página

- fonte Times New Roman 10
- espaço entre linhas 1

As referências bibliográficas devem aparecer no corpo do texto, indicando sobrenome do autor, data de publicação, página citada. A referência completa deve constar nas referências bibliográficas ao final do texto.

As citações devem aparecer no corpo do texto indicando sobrenome do autor, data de publicação, página citada. A citação completa deverá constar nas referências bibliográficas ao final do texto.

Apresentação formal do texto
Os textos deverão ser apresentados na seguinte seqüência:

Título

Autor

Titulação acadêmica e vinculação institucional

Resumo em português (máximo de 8 linhas) e 3 palavras chaves.

Abstract (máximo de 8 linhas) e 3 keywords.

Texto

Bibliografia em ordem alfabética, devem constar somente referências bibliográficas citadas no texto. Seguir a NBR-6023 da ABNT:

Citação de livros: SOBRENOME, Nome. Título do livro em itálico. Edição. Cidade, Editora, ano, quantidade de páginas.

Citação de artigos: SOBRENOME, Nome. “Título do artigo”. Título do periódico em itálico, Cidade, vol., nº, p. inicial-final, data.

Citação de capítulo de livros: SOBRENOME, Nome: Título do capítulo IN: AUTOR (ES) DO LIVRO. Título do livro em itálico. Cidade: Editora, Ano, p. ou pp.

Anexos: informação original importante ou detalhamento indispensável para a compreensão do texto) Fotos/Figuras/Tabela: devem ser enviados em folha e arquivo, com legenda, citação de fonte e indicação precisa (página e entre quais parágrafos) deve ser inserida no texto.

Envio do Arquivo para fabio@fabiofernandesvillela.pro.br
Preencha corretamente o formulário.
Envie arquivos somente em DOC e/ou DOCX.

Realização
PM – SJRPSP – Prefeitura Municipal de São José do Rio Preto – SP
COMDEPHACT – Conselho Municipal de Defesa do Patrimônio Histórico, Artístico, Cultural e Turístico de São José do Rio Preto – SP
SMC – Secretaria Municipal de Cultura – São José do Rio Preto – SP
CAU – Conselho de Arquitetura e Urbanismo
IAB – Instituto dos Arquitetos – São José do Rio Preto – SP
SASP – Sindicato dos Arquitetos no Estado de São Paulo
DEDU – Departamento de Educação – Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas – IBILCE – UNESP – São José do Rio Peto – SP

Apoio
ARQUITETOS PONTO COM AÇÃO
Editora Raízes
PROEX – Pró-Reitoria de Cultura e Extensão, UNESP
FUNDUNESP – Fundação para o Desenvolvimento da UNESP
PORTAL VITRUVIUS – Universo Paralelo de Arquitetura e Urbanismo
Revista Obras e Dicas

Local: Complexo Swift de Educação e Cultura – São José do Rio Preto – SP.

Prática Final do Conteúdo – Educação de Jovens e Adultos

On agosto 19, 2018, in EduCoop, by Fábio Fernandes Villela

Bom dia querid@s alun@s! Tudo bem?

A proposta da produção de texto final é retomar a temática dos dois últimos conteúdos da disciplina (7. A centralidade da categoria trabalho na EJA e 8. Abordagem histórico-crítica da EJA) e ampliar a discussão sobre a produção de alimentos: produção de milho na roça, industrializado; milho transgênico e orgânico.

Para introduzir o tema da produção de milho, o aluno deve assistir aos dois vídeos abaixo indicados:

1) “Rocinha de milho” (Tonico e Tinoco), disponível em:

https://www.youtube.com/watch?v=ynYNM8-us_U

2) “Colheita do milho” (Chitãozinho e Xororó), disponível em:

https://www.letras.mus.br/chitaozinho-e-xororo/167437/

Para produzir seu texto, o aluno deve considerar o debate sobre mudanças atuais quanto à produção de milho (industrializado e transgênico versus orgânico), acessando as matérias sobre o tema, disponíveis nos links abaixo:

“Não planto transgênicos para não apagar minha história”

https://www.youtube.com/watch?v=6Kad7X-WMWg

“Milho transgênico pode fazer mal à saúde”

http://www.ihu.unisinos.br/561434-milho-transgenico-pode-fazer-mal-a-saude-dados-sao-revelados-pela-monsanto-apos-acao-judicial

“Semente de milho orgânico chega ao mercado”, disponível em:

http://revistagloborural.globo.com/Noticias/Agricultura/Milho/noticia/2014/06/semente-de-milho-organico-chega-ao-mercado.html

“Milho transgênico pode provocar tumor”

https://www.youtube.com/watch?v=3HOjKbdSqvk

e

https://www.facebook.com/BrasilSemMonsanto/posts/1562159240478198:0

“Sementes da Morte”

https://www.youtube.com/watch?v=EYuI2uCURQU

O texto final deverá apresentar os aspectos positivos e negativos da atual forma de produção e consumo de alimentos, com destaque para o milho, propondo o resgate de práticas tradicionais de produção e consumo de alimentos.

A postagem deverá ser um texto autoral (isto é, produzido por você, sem copiar texto disponível na web) e deverá ter de seis a dez linhas.

Bom trabalho! Profs. Fábio & Tenani.

Produção de Texto Final – Sociologia da Educação 1

On agosto 14, 2018, in SocioEdu1, by Fábio Fernandes Villela

A imagem pode conter: 1 pessoa, sentado e área interna

Bom Dia Querid@s Alun@s! Tudo bem?

Esta é a área da produção de texto final da disciplina Sociologia da Educação 1. O texto deve abordar as questões do livro “A escola de Leonardo – política e educação nos escritos de Gramsci”. O livro tem como tema a metáfora gramsciana do homem moderno na figura de Leonardo da Vinci. As indagações e  sobre a realidade social e cultural do Renascimento, motivadas por uma carta que, na sua aparente divagação, reflete sobre as raízes da sociedade moderna e as condições sociais e culturais para a formação humana,  abre a senda para a refletir sobre a dimensão política da educação. Gramsci não foi um pedagogo, mas um político que, ao acentuar a dimensão cultural da política, explicitou uma pedagogia da emancipação humana para a construção de uma nova ordem social e política. A noção gramsciana de política amplia a noção implícita nos escritos de Marx e enraíza-se na tradição política moderna, na qual o poder se consolida como relação de domínio do homem sobre o homem e do homem sobre a natureza, cujo mecanismo principal é a força como condicionadora e formadora de comportamentos. Sem esquecer que se trata de uma metáfora que visa a discutir as condições de luta política e cultural em um momento revolucionário, o tema serve de motivo para indagar sobre a necessidade de renovação estrutural da escola pública brasileira e a importância de enfrentar o problema da escola no contexto amplo da educação e da compreensão das contradições da sociedade capitalista, para elaborar novas estratégias de construção de uma nova ordem social e política. A questão central para a produção do texto é a seguinte: qual o principal processo de socialização abordado na Unidade 4 da disciplina Sociologia da Educação 1? Bom trabalho e boas férias! Prof. Fábio Fernandes Villela.

PS1. Alguns Processos de Socialização estão nos seguintes textos:

MANACORDA, Mario Alighiero. O homem omnilateral. In:_____. Marx e a pedagogia moderna. Campinas: Alínea, 2007. p. 77-94.

SCHLESENER, Anita Helena. A escola de Leonardo: política e educação nos escritos de Gramsci. Liber Livro: Brasília, 2009.

MACHADO, Ilma Ferreira. Educação solidária e formação omnilateral. In: ZART, Laudemir Luiz. (Org.). Educação e sócio-economia solidária: paradigmas de conhecimento e de sociedade. Cáceres: Unemat Editora, 2004. p. 96-104.

MACHADO, Ilma Ferreira. A criança como sujeito social na educação do campo. Educação Pública, Cuiabá, v. 15, n. 27, p. 109-118, jan./abr. 2006.

PS2. Abaixo alguns vídeos e websites mencionados em sala de aula:

A Vida de Leonardo da Vinci – Parte 1/2 – Filme Completo

https://www.youtube.com/watch?v=gk1XeiyhXXI

Página do Leonardo Da Vinci no Facebook

http://www.facebook.com/leonardo.page

Da Vinci’s Demons – Trailer (Série de TV)

https://www.youtube.com/watch?v=vgg9nnALFGA

Paideia Escuela Libre

https://www.youtube.com/watch?v=yVkCfclROaI

Sem Terrinha em Movimento – parte 1

http://www.youtube.com/watch?v=DbR48kN5BYk

Escola Nacional Florestan Fernandes – Um Sonho em Construção (MST)

http://www.youtube.com/watch?v=5HfY1jbaifc

Cuba: Uma escola de solidariedade

https://www.youtube.com/watch?v=b-Gfqls-EUE

Pedagogia Histórico-Crítica: Dermeval Saviani:

https://www.youtube.com/watch?v=Y_1XO11Il94

PS3. Como atividade complementar os alun@s podem assistir ao filme:

Antonio Gramsci: Os dias do cárcere. (Antonio Gramsci: I giorni del carcere, Itália, 1977, 127 min., branco e preto), direção Lino del Fra. (Legenda em espanhol).

O filme apresenta os anos vividos por Gramsci na prisão de Turi, em Bari, Itália (julho de 1928 a outubro de 1933), período fundamental para a redação dos “Cadernos do Cárcere” e explorando as discordâncias que o prisioneiro do fascismo manifestou em relação à teoria stalinista, aceita pelo próprio partido de Gramsci, o PCI. O filme foi produzido em preto e branco para a televisão italiana e recebeu o Grande Prêmio do Festival Internacional do Filme de Locarno em 1977. Procura reconstruir em detalhe a época e os personagens, valendo-se de bastante maquiagem, leitura de documentos e flash-backs. O ator italiano Riccardo Cucciolla interpreta Gramsci numa tentativa de verossimilhança. O filme flerta com o documentário mas sem conseguir sê-lo por completo. O filme-documentário é falado em italiano e com legendas em espanhol e está disponível no YouTube.

Assista o filme no seguinte link:

https://www.youtube.com/watch?v=yRLqQ6NQbyg

Sociologia da Educação 1 – Prática Final do Conteúdo

On julho 18, 2017, in SocioEdu1, by Fábio Fernandes Villela

Resultado de imagem para bonecos max weber e durkheim feltro

Querid@s Alun@s, bom dia! Tudo bem?

Esta é a área para a produção do texto final da disciplina Sociologia da Educação I. Faça uma reflexão, a partir dos textos, debates e seminários realizados em sala de aula, sobre a superação do senso comum proporcionado pela disciplina, reconhecendo a especificidade do pensamento sociológico e identificando suas matrizes.

Bom trabalho! Prof. Fábio Fernandes Villela.

Módulo 1 – Fundamentos do Ensino de Sociologia

On julho 8, 2017, in EduCoop, by Fábio Fernandes Villela
Resultado de imagem para chico bento orlandeli
Orlandeli, Chico Bento – Arvorada, Panini Comics, 2017.

Esta é a área para a postagem do módulo 1 da disciplina Fundamentos do Ensino de Sociologia. Esse módulo abordou questões relativas a educação em uma perspectiva sociológica e a educação como processo de reprodução e/ou transformação da sociedade. Faça uma texto, de no máximo dois parágrafos, a partir do debate realizado em sala de aula, especialmente sobre o preconceito contra os caipiras. Bom trabalho! Prof. Fábio Fernandes Villela.

Módulo 2 – Fundamentos do Ensino de Sociologia

On julho 8, 2017, in EduCoop, by Fábio Fernandes Villela

Resultado de imagem para modernidade e holocausto

Querid@s Alun@s, bom dia! Tudo bem?

Esta é a área para a postagem do módulo 2 da disciplina Fundamentos do Ensino de Sociologia. Esse módulo abordou questões relativas ao papel do Estado e a educação, a questão escolar e a hegemonia como relação pedagógica. Faça um texto, de no máximo dois parágrafos, a partir do debate realizado em sala de aula. Bom trabalho! Prof. Fábio Fernandes Villela.

Módulo 3 – Fundamentos do Ensino de Sociologia

On julho 8, 2017, in EduCoop, by Fábio Fernandes Villela

flyer-comision

Querid@s Alun@s, bom dia! Tudo bem?

Esta é a área para a postagem do módulo 3 da disciplina Fundamentos do Ensino de Sociologia. Esse módulo abordou questões relativas a escola, a sociedade e o Estado, especialmente relacionados a Rússia e China. Faça uma reflexão, a partir dos textos discutidos em sala de aula, sobre a organização do trabalho pedagógico por projetos de trabalho. Bom trabalho! Prof. Fábio Fernandes Villela.

 

Módulo 4 – Fundamentos do Ensino da Sociologia

On julho 8, 2017, in EduCoop, by Fábio Fernandes Villela

Resultado de imagem para cuba pioneros solidários

Querid@s Alun@s, bom dia! Tudo bem?

Esta é a área para a postagem do módulo 4 da disciplina Fundamentos do Ensino de Sociologia. Esse módulo abordou questões relativas a escola, a sociedade e o Estado, especialmente relacionados a Cuba e África. Deixe neste espaço seu comentário sobre os desafios dos intelectuais e a organização do trabalho pedagógico. Bom trabalho! Prof. Fábio Fernandes Villela.

Módulo 5 – Fundamentos do Ensino de Sociologia

On julho 8, 2017, in EduCoop, by Fábio Fernandes Villela

Cozinha Caipira, 1895, Almeida Júnior.

Querid@s Alun@s, bom dia! Tudo bem?

Esta é área para a postagem final da disciplina Fundamentos do Ensino de Sociologia. Esse módulo abordou questões relativas a escola, a sociedade e o Estado, especialmente relacionados ao Brasil. A questão para o comentário é a seguinte: quais as principais relações entre a formação omnilateral, mulheres e o território caipira? Bom trabalho! Prof. Fábio Fernandes Villela.

Bom dia amigos do Mutirão! Tudo bem?

O Prof. Dr. Fábio Fernandes Villela convida os idosos interessados em participar de aulas gratuitas de informática básica para a Terceira Idade. Trata-se de um curso vinculado ao projeto de extensão: “Programa Unesp de Educação de Jovens e Adultos – PEJA”.

As aulas são ministradas durante a semana, com 2 horas de duração, às sextas-feiras, das 8:00h as 10:00h e das 10:00 as 12:00h.

Este curso aborda conhecimentos básicos de informática: word, internet, facebook, blogs, celular, etc.

• Local do curso: Centro de Convivência do Idoso – CCI da Secretaria de Assistência Social do Município de S. J. do Rio Preto – SP. Av. Philadelpho Manoel Gouveia Neto, 785, Vila Novaes, São José do Rio Preto – São Paulo, Cep: 15050-006, (Convênio – Ibilce-Unesp / Prefeitura Rio Preto).

Os interessados deverão entrar em contato com o Prof. Fábio Villela para maiores esclarecimentos pelo e-mail: fabio@fabiofernandesvillela.pro.br

Saudações, Prof. Fábio Villela.